Pensamentos

Novembro 23 2009

Entre todos os desejos que você possa ter, entre todos os pedidos que queira fazer, comece pelo principal: ter um encontro com você, se conhecer, se amar e se respeitar, saber dos limites, daqueles que podem ser vencidos e daqueles que deve se impor. Não queira abraçar o que os braços não alcançam, não queira trabalhar além do próprio dia, nem levar para a sua casa, que deve ser santuário, os problemas do dia que não resolveu. Se o amor não aconteceu, se a promoção não veio, se não conseguiu passar no vestibular, se não arrumou o emprego dos sonhos, ainda assim, deve restar o principal, tem que restar a certeza de que é possível recomeçar. Para os que sonham de olhos abertos, com um pé nas nuvens e outro no chão, a realização dos objetivos e só uma questão de tempo, por isso, respeite-se e exija respeito, que se abram as janelas do céu, que as bênçãos venham pois você, somente você deve saber dar o valor devido, a maior obra de Deus, a sua grande criação, que você pode encontrar agora pela manhã, diante do espelho mais simples. Descubra-se!

 

Paulo Roberto Gaefke

publicado por pensamentoslucena às 11:40

Novembro 23 2009

" A menina debruçada na janela, trazia nos olhos grossas lágrimas e o peito oprimido pelo sentimento de dor causado pela morte do seu cão de estimação. Com pesar, observava atenta o jardineiro a enterrar o corpo do amigo de tantas brincadeiras. A cada pá de terra jogada sobre o animal, sentia como se sua felicidade estivesse sendo soterrada também. O avô que observava a neta, aproximou-se, envolveu-a num abraço e falou-lhe com serenidade: Triste a cena, não é verdade? A netinha ficou ainda mais triste e as lágrimas rolaram em abundância. No entanto, o avô, que sinceramente desejava confortá-la, chamou-lhe a atenção para outra realidade. Tomou-a pela mão e a conduziu até uma janela opostamente localizada na ampla sala. Abriu as cortinas e permitiu que ela visse o imenso jardim florido à sua frente, e lhe perguntou carinhosamente: Está vendo aquele pé de rosas amarelas, bem ali à frente? Lembra que você me ajudou a plantá-lo? Foi num dia de sol como o de hoje,que nós dois o plantamos. Era apenas um pequeno galho cheio de espinhos, e hoje... veja como está lindo, carregado de flores perfumadas e botões como promessa de novas rosas... A menina enxugou as lágrimas que ainda teimavam em permanecer em suas faces e abriu um largo sorriso, mostrando as abelhas que pousavam sobre as flores e as borboletas que faziam festa entre uma e outra, das tantas rosas de variados matizes, que enfeitavam o jardim. O avô, satisfeito por tê-la ajudado a superar o momento de dor, falou-lhe com afeto: Veja, minha filha, a vida nos oferece sempre várias janelas. Quando a paisagem de uma delas nos causa tristeza, sem que possamos alterar-lhe o quadro, voltemo-nos para outra, e certamente nos depararemos com uma paisagem diferente.

publicado por pensamentoslucena às 11:18

Novembro 23 2009

Um homem sábio fazia um passeio pela praia, ao alvorecer. Ao longe, avistou um jovem rapaz que parecia dançar ao longo das ondas. Ao se aproximar, percebeu que o jovem pegava estrelas do mar da areia e as atirava suavemente de volta à água, e então o homem sábio lhe perguntou: - O que você está fazendo? - O sol está subindo e a maré está baixando, se eu não as devolver ao mar irão morrer. - Mas meu caro jovem, há quilômetros e quilômetros de praias cobertas de estrelas do mar…. você não vai conseguir fazer qualquer diferença. O jovem se curvou, pegou mais uma estrela do mar e atirou-a carinhosamente de volta ao oceano, além da arrebentação das ondas, e retrucou: - Fiz diferença para essa aí. A atitude daquele jovem representa alguma coisa de especial que existe em nós. Todos fomos dotados da capacidade de fazer diferença. Cada um de nós pode moldar o próprio futuro. Cada um de nós tem o poder de ajudar nossas organizações a atingirem seus objetivos. Visão sem ação não passa de um sonho. Ação sem visão é só um passatempo. Visão com ação pode mudar o mundo.

 

Joel A. Barker

publicado por pensamentoslucena às 11:06

Novembro 23 2009

Não apresse a chuva, Ela tem seu tempo de cair E saciar a sede da terra; Não apresse o pôr-do-sol, Ele tem seu tempo de anunciar O anoitecer até seu último raio; Não apresse a sua alegria, Ela tem seu tempo para aprender Com a sua tristeza; Não apresse seu silêncio, Ele tem seu tempo de paz Após o barulho cessar; Não apresse seu amor, Ele tem seu tempo de semear Mesmo nos solos mais áridos Do seu coração; Não apresse sua raiva, Ela tem seu tempo para Abrir-se nas águas mansas Da sua consciência; Não apresse o outro, Pois ele tem seu tempo Para florescer aos olhos Do criador; Não apresse a si mesmo, Pois precisa de tempo Para sentir a sua própria Evolução... .

publicado por pensamentoslucena às 10:38

Novembro 23 2009

O amor não morre. Ele se cansa muitas vezes. Ele se refugia em algum recanto da alma tentando se esconder do tédio que mata os relacionamentos. Não é preciso confundir fadiga com desamor. O amor ama. Quem ama, ama sempre. O que desaparece é a musicalidade do sentimento. A causa? O cotidiano, o fazer as mesmas coisas, o fato de não haver mais mistérios, de não haver mais como surpreender o outro.

 
 
 
 
 


São as mesmices: mesmos carinhos, mesmas palavras, mesmas horas... o outro já sabe! Falta magia. Falta o inesperado. O fato de não se ter mais nada a conquistar mostra o fim do caminho. Nada mais a fazer. Muitas pessoas se acomodam e tentam se concentrar em outras coisas, atividades que muitas vezes não têm nada a ver com relacionamentos.

 
 
 
 
 


Outras procuram aventuras. Elas querem, a todo custo, se redescobrir vivas; querem reencontrar o que julgam perdido: o prazer da paixão, o susto do coração batendo apressado diante de alguém, o sono perdido em sonhos intermináveis e desejos infindos. Não é possível uma vida sem amor. Ou com amor adormecido. Se você ama alguém, desperte o amor que dorme!

 
 
 
 
 


Vez ou outra, faça algo extraordinário. Faça loucuras, compre flores, ofereça um jantar, ponha um novo perfume... Não permita que o amor durma enquanto você está acordado sem saber o que fazer da vida. Reconquiste! Acredite: reconquistar é uma tarefa muito mais árdua do que conquistar, pois vai exigir um esforço muito maior. Mas... sabe de uma coisa? Vale a pena! Vale muito a pena!

 

Letícia  Thompson

publicado por pensamentoslucena às 10:01

Novembro 23 2009

1¶ [cântico dos degraus] Lembra-te, SENHOR, de Davi, e de todas as suas aflições.
2  Como jurou ao SENHOR, e fez votos ao poderoso Deus de Jacó, dizendo:
3  Certamente que não entrarei na tenda de minha casa, nem subirei à minha cama,
4  Não darei sono aos meus olhos, nem repouso às minhas pálpebras,
5  Enquanto não achar lugar para o SENHOR, uma morada para o poderoso Deus de Jacó.
6  Eis que ouvimos falar dela em Efrata, e a achamos no campo do bosque.
7  Entraremos nos seus tabernáculos; prostrar-nos-emos ante o escabelo de seus pés.
8  Levanta-te, SENHOR, ao teu repouso, tu e a arca da tua força.
9  Vistam-se os teus sacerdotes de justiça, e alegrem-se os teus santos.
10  Por amor de Davi, teu servo, não faças virar o rosto do teu ungido.
11  ¶ O SENHOR jurou com verdade a Davi, e não se apartará dela: Do fruto do teu ventre porei sobre o teu trono.
12  Se os teus filhos guardarem a minha aliança, e os meus testemunhos, que eu lhes hei de ensinar, também os seus filhos se assentarão perpetuamente no teu trono.
13  Porque o SENHOR escolheu a Sião; desejou-a para a sua habitação, dizendo:
14  Este é o meu repouso para sempre; aqui habitarei, pois o desejei.
15  Abençoarei abundantemente o seu mantimento; fartarei de pão os seus necessitados.
16  Vestirei os seus sacerdotes de salvação, e os seus santos saltarão de prazer.
17  Ali farei brotar a força de Davi; preparei uma lâmpada para o meu ungido.
18  Vestirei os seus inimigos de vergonha; mas sobre ele florescerá a sua coroa.

 

publicado por pensamentoslucena às 08:34
Tags:

Pensamentos, reflexões e otimismo para seu dia!!!
mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
16
20
21

22
28

29


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO