Pensamentos

Fevereiro 26 2010

 

 

Às vezes, nos aproximamos tanto de uma situação, que ficamos impossibilitados de enxergar o valor dela. Um emprego, um relacionamento, um negócio, um produto, um estilo de vida, seja o que for: o costume pode levar ao descaso. Mais objetivamente, o costume pode levar à complacência e à ignorância.

Se somos casados há algum tempo, nos acostumamos a pensar que conhecemos tudo sobre nosso par. E raramente fazemos um esforço para tentar conhecê-lo melhor.

Se alguma coisa perturba, normalmente tentamos nos livrar dela. Mas se nos afastamos e olhamos com objetividade os diversos componentes da situação, podemos acabar achando aquele pequeno detalhe que é a causa de todo o problema. Não é sensato jogar fora os noventa e cinco por cento que têm valor, para se livrar dos cinco por cento que causam problemas.

Sua vida tem muito valor. Porém, esse valor é tão parte de você que, muitas vezes, é difícil que você o perceba. Tome um pouco de distância e olhe com atenção. Claro que existem partes que precisam ser trabalhadas, mas você terá uma grata surpresa com todas as coisas boas que vai ver.

publicado por pensamentoslucena às 09:15

Fevereiro 25 2010

 

 

Diz o mestre a seu discípulo:
- Quando você começar seu caminho, vai encontrar uma porta com uma frase escrita. Volte e me conte qual é esta frase.

O discípulo se entrega de corpo e alma à sua busca. Chega um dia em que vê a porta, e volta até o mestre.

- Estava escrito ISSO NÃO É POSSÍVEL, diz.
- Onde estava escrito isso? Num muro ou numa porta? - pergunta o mestre.
- Numa porta - responde o discípulo.
- Pois pegue a maçaneta e abra a porta.

O discípulo obedece e retorna à porta. Como a frase está pintada na porta, agora totalmente aberta, o discípulo já não consegue mais enxergá-la e segue adiante.

É hora de acreditar em nossos sonhos e começar nossa caminhada, pois quando atingirmos nossos objetivos nada mais será impossível!

publicado por pensamentoslucena às 12:15

Fevereiro 25 2010

 

 

Um homem muito rico morreu e foi recebido no céu. O anjo guardião levou-o por várias alamedas e foi lhe mostrando as moradias. Passaram por uma linda casa com belos jardins. O homem perguntou:

- Quem mora aí?
- É o Raimundo, aquele seu motorista .

O homem ficou pensando: "Puxa! o Raimundo tem uma casa dessas! Aqui deve ser muito bom!".

Logo a seguir, surgiu uma outra casa ainda mais bonita:

- E aqui, quem mora?

- Aqui é a casa da Rosalina, aquela que foi sua cozinheira.

O homem ficou imaginando que, tendo seus empregados magníficas residências, sua morada deveria ser, no mínimo, um palácio. Estava ansioso por vê-la. Nisso, o anjo parou diante de um barraco construído com tábuas e disse:

- Esta é a sua casa!

O homem ficou indignado!

- Como é possível? Vocês sabem construir coisa muito melhor!!!
- Sabemos, respondeu o anjo, mas nós construímos apenas a casa. O material é selecionado e enviado por vocês mesmos. Você só enviou isso!

Cada gesto de amor e partilha é um tijolo com o qual construímos a eternidade. Tudo se decide por aqui mesmo, nas escolhas e atitudes de cada dia.

publicado por pensamentoslucena às 12:09

Fevereiro 25 2010

 

 

O que é credibilidade? É quando se diz e faz; prometeu, cumpriu. Palavra é compromisso; jamais, em tempo algum, prometa algo que você já tenha certeza que não vai cumprir. Quando você promete sabendo que não vai cumprir, sua força interna recebe os reflexos da dúvida, da incerteza, da insegurança.

Esse movimento interno de não cumprir o que prometeu exerce uma pressão desnecessária dentro de você, no seu ponto de equilíbrio.

Se você prometeu, já sabendo que não irá cumprir, esse gesto forma um clima que vai trabalhar contrário à sua força interna. Muito mais grave ainda, prometeu-se para enganar, ou levar vantagens pessoais; enfim, por má-fé.

Credibilidade é você dizer modestamente o pouco que você pode fazer em qualquer circunstância, e, esse pouco cumprir. Se você não sabe se vai cumprir, não prometa, não garanta o compromisso. Tenha coragem de dizer: "Preciso de tempo para refletir, resolver pendências; ou ainda não posso fazer".

Se você não vai cumprir dentro do prazo combinado, avise antes e rápido. Não tenha vergonha de admitir: "Não dá, não posso, não vou conseguir". É engano imaginar que a nossa credibilidade cai quando se fala, antes do prazo combinado, que não vai dar. Afinal, imprevistos são imprevistos.

O que não pode acontecer é você dizer: "Fulano, me desculpe por não ter cumprido nosso compromisso de ontem, você me perdoa?" Agindo assim, é que sua credibilidade vai para o espaço.

(texto de Paulo Zabeu no livro "Cinco regras para vencer seus limites")

publicado por pensamentoslucena às 11:38

Fevereiro 25 2010

 

 

As crianças processam rapidamente uma grande quantidade de informações sobre o mundo. Em um curto espaço de tempo, elas aprendem a falar e entender a fala, a comer, a andar e muitas outras coisas.

Durante esse período de intenso aprendizado, elas passam boa parte do tempo brincando.

Leve em consideração o valor de brincar. É uma atividade de baixo risco que permite a você baixar a guarda. Não importa realmente se você perde algum jogo – isso não vai tirar sua casa de você. Numa atividade de tão baixo risco como brincar, você fica mais aberto a novas idéias e novas formas de pensar.

Brincar é relaxante. É uma oportunidade de conhecer gente e dividir experiências positivas. Pode ser desafiante e instrutivo. Pode gerar autoconfiança. E claro que é divertido. Se não for divertido, não é brincadeira.

Separe sempre algum tempo para brincar. Faça algo somente para se divertir. Você pode acabar aprendendo algo novo.

publicado por pensamentoslucena às 11:23

Fevereiro 25 2010

 

Verão intenso, muita gente se divertindo e, sentados na areia, um pouco adiante, três pessoas conversavam animadamente.

Uma delas  um rapaz que,  embora fosse por volta do meio dia e o calor estivesse escaldante, ele não estava se protegendo do sol.

A certa altura, aproximou-se o moço que alugava alguns acessório de praia, ofereceu:
- Você quer que eu lhe traga um guarda-sol?!?

E ele,  respondeu quase que indignadamente:
- Meu caro, se fosse pra ficar na sombra, eu teria ficado em casa!

 O tom da voz dele quanto a convicção de sua decisão em permanecer sob o sol soaram quase como uma piada .

 

Mas refletindo melhor essa situação, fica a pergunta:

Quantas vezes preferimos uma falsa segurança - ainda que escura e nebulosa - ao risco, à possibilidade de tentar? E - pior! - quantas vezes saímos de casa e, ao sentirmos o calor do sol, ou seja, a chance de viver plena e intensamente uma oportunidade que a vida nos apresenta, corremos em busca de uma sombra, assustados, inseguros?

Preferimos nos omitir a expressar o que pensamos, o que sentimos, o que queremos. E assim, de sombra em sombra, tentando nos esquivar da condição real, vamos perdendo chances incríveis de realizar um sonho, de ocupar um cargo há tempos desejado, de experimentar um amor, de desbravar o desconhecido e, enfim, de nos transformar numa pessoa melhor...

Talvez esteja aí a resposta para tantas atrocidades sendo cometidas, para tamanho mal-estar que tem rondado o planeta de um modo geral: muita sombra imposta sobre lugares, pessoas e situações onde poderia estar brilhando o sol. Muita escuridão onde poderia estar inundado de luz. Muita inconsciência onde bastaria um pouco mais de coragem, um pouco mais de disponibilidade ou simplesmente o exercício de nossa verdadeira humanidade.

Portanto, a conclusão é: "Se fosse pra ficar na sombra,  teria ficado em casa!" 

Que fechemos nossos guarda-sóis,  paremos de inventar tanta sombra para nos proteger ou nos esconder do que está aí para ser vivido... e que sejamos, deste modo, bem mais audaciosos quando o convite for para a vida, para o bem e para o amor!

 

 

(Rosana Braga)

publicado por pensamentoslucena às 11:03

Fevereiro 25 2010

 

 

Traição é traição, nada tem a ver com Amor! Traição tem a ver com ética - caráter. Bandidos também amam!... Todos sabem disto. Assassinos da mesma forma, muitas vezes com a forma de matar em nome do amor.

Dizem que quem ama não mata ! O Que falta não é amor, mas caráter - ética! Infelizmente nas relações humanas sempre houveram traições de ambos os lados.

Se uma mulher está traindo, existe um homem na parada e quando um homem está traindo existe uma mulher na parada.
Assim, homens e mulheres estão traindo, por que a auto estima está em baixa, não é mesmo?

O primeiro traído é de fato quem trai. Trai a si mesmo (a) primeiro e esta sim é a mais importante, pois quando alguém trai a si mesmo(a), aos seus princípios, então poderá depois fazer qualquer coisa, inclusive matar etc...

Dificilmente se encontra um assassino ou ladrão no meio de pessoas com ética, com caráter!


Estar traindo é no mínimo contribuir para tudo isto. Traem a si, traem seus parceiros, traem a sociedade como um todo, e em tudo... É a conseqüência que vem uma depois da outra.

Todos sabemos disto, mas não admitem e estes estão traindo seus próprios conceitos e análises de vida, passando a nada mais analisar e perderem a responsabilidade individual e social.


Amor e Ódio é uma dicotomia muito diferente de ética e traição.

(Celito Medeiros)

publicado por pensamentoslucena às 10:37

Fevereiro 25 2010

 

 

Geralmente se confunde apego com dedicação, desvelo ou simples interesse pelo outro. O fato é que ao centrarmos tanto nossa atenção sobre outro ser humano, na maioria das vezes muito caro e querido para nós, acabamos desfocando de um ser muito mais especial e importante: nós mesmos.

Ao acompanhar os passos, pensamentos, atitudes e palavras de outrem, estabelecemos a primeira parte da fórmula, o apego. A questão é que o apego não anda sozinho. Ele se conecta com outros aspectos e gera algumas reações. Observe a fórmula:

Fórmula Inicial
Apego = Responsabilidade + Controle + Tensão

Fórmula Final
Apego = Perda + Culpa

Como a fórmula trabalha na prática?


Viver constantemente com o foco no outro gera igualmente tensão. Como você pode relaxar, curtir suas atividades, se tem que supervisionar alguém? Como conseguirá dormir, enquanto ele não chegar? Como conseguirá enfim, ter uma vida própria e única desta forma?


É neste momento então que, com a perda, se instaura o sentimento de culpa, aquele sentimento de que não se deveria ter exagerado tanto, de que não se foi bom o bastante para fazer a outra pessoa entender suas reais intenções.

Em outras palavras, a única forma de neutralizar esta equação é substituindo-a por outra melhor:

Amor = Liberdade + Respeito + Colaboração


Se você ama de verdade: liberte, respeite e colabore. Esteja lá para ajudar, mas não interfira. Respeite a escolha pessoal, a privacidade.

Dê espaço para que a pessoa possa respirar e fazer suas coisas, coisas que não necessariamente queira fazer acompanhado. Permita que ela tenha mérito sobre as boas coisas que realiza e que possa assumir sempre que cometer algum erro. Dessa forma, ela não ficará com aquela sensação de que realizou algo devido à sua presença e que errou por culpa sua.

Desapegue-se. Pois cada um de nós vem com uma quantidade determinada de energia para investir na própria vida. Apegar-se demais aos outros é desperdiçar esta energia.

Renove-se e seja um exemplo ao invés de um supervisor.

 

 

(Vanessa Mazza Furquim )

publicado por pensamentoslucena às 10:25

Fevereiro 25 2010

 

 

Ele saiu de casa afobado, nervoso, e ainda por cima, havia discutido com a esposa. Defendera uma idéia, um pensamento, com unhas e dentes, como se não conseguisse admitir, de forma alguma, que sua opinião poderia não ser a verdadeira.

Foi grosseiro, teimoso e impaciente. Voltava agora para casa, e ao sintonizar a rádio no carro, ouviu a frase: Posso estar errado. Era um professor dizendo o quanto sua vida se tornou diferente, quando passou a considerar esta opção, perante os alunos. Dizia que passaram a respeitá-lo mais do que antes, quando pretendia ser sempre o dono da verdade.

 Ele resumia sua teoria dizendo: Admitir falhas é o melhor caminho.

Será que costumamos fazer este exercício? Considerar, nesta ou naquela situação ou discussão, que podemos estar errados?
Ou ainda insistimos em achar que o nosso ponto de vista é sempre o mais correto? Parece que, ao acharmos que estamos com a razão, acreditamos que a nossa opinião é mais importante do que a dos demais, e que tem de prevalecer.

Não percebemos, mas isso é manifestação do vício do orgulho, em uma de suas muitas formas de atuação. Um exercício interessante é tentar, a cada momento, considerar a simples hipótese de que podemos estar errados, e fazer  um esforço para enxergar as coisas por outro ângulo.

Podemos experimentar ser mais flexíveis e abertos e lembrarmos que algumas vezes podemos não estar com a razão.


Ao nos desapegarmos da necessidade de estarmos sempre com a razão, transformamos nossas vidas numa experiência bem mais prazerosa. 

Buscar acertar sempre é saudável, nos faz crescer. Porém, querer ser sempre o dono da verdade, é desperdício de energia.



Quanto mais humildes, mais ouvimos. Quanto mais orgulhosos, mais queremos ser ouvidos.

publicado por pensamentoslucena às 10:02

Fevereiro 25 2010

 

 

Chato é aquele que sempre tem uma opinião sobre tudo e que acha que deve expressá-la a todo momento. O chato acredita que o outro não é capaz de dizer tudo o que é necessário e que a sua contribuição para o assunto ou para resolver o problema é fundamental e indispensável.

O Chato não quer ouvir, não sabe ouvir, não suporta ouvir! Só quer falar e, justamente por isso, acaba perdendo momentos preciosos da vida, afastando-se de pessoas maravilhosas de seu convívio. E o pior: é rotulado, com razão, como arrogante!

É preciso exercitar a arte de ouvir porque, quem não ouve, não cresce; fica apenas com a bagagem que já possui.

Reconheça mais e considere os pensamentos e sentimentos das pessoas que convivem com você. Crie o hábito de perceber o que os outros querem realmente dizer. Dê uma chance às pessoas de colocarem por completo as suas idéias! 

Seja mais humilde e ouça as pessoas, as suas verdades.

Coloque-se no agora e deixe claro para si mesmo o que foi dito pelo outro.  Tenha calma e abaixe a sua ansiedade quando estiver numa conversa. Fale mas também ouça!  Desenvolva mais o seu bom-humor e deixe mais à vontade quem conversa com você.

publicado por pensamentoslucena às 09:51
Tags:

Pensamentos, reflexões e otimismo para seu dia!!!
mais sobre mim
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
15
16
20

21
27

28


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO