Pensamentos

Março 01 2010

 

 

"Reformar a casa é sempre um ranstorno. Tudo fica fora do lugar. O sofá cede espaço a um monte de areia. Há cimento por toda a parte e o cheiro de tinta se espalha no ar. De pouco adianta o planejamento e os prazos. Sempre surgem vazamentos inesperados, serviços mal feitos e outros imprevistos que aumentam o orçamento e o tempo para terminar a obra. Para evitar aborrecimentos, há quem prefira passar a vida sem qualquer mudança, optando por se acomodar às falhas e imperfeições.

Mas quem se aventura a enfrentar o desafio recebe, como recompensa, mais conforto e muito prazer. Nossa vida é como nossa casa. Um lar que podemos manter como está, ou então, reformar, aumentar, redecorar, por abaixo se for preciso, para reconstruir um jeito melhor. Colocar a vida em obras é também um grande transtorno, com um agravante: você não pode abandoná-la temporariamente, hospedando-se em outro lugar.

Tem que aprender a conviver com a areia, o cimento, a dividir o seu espaço com o pedreiro, o pintor, a desviar de tijolos, dormir com cheiro de tinta, e trabalhar normalmente, ao som do martelo e da serra. Como se não bastasse, vai chegar a um ponto em que, ao contemplar tudo isso, você vai ter a nítida sensação de que a desordem não terá fim, e amargará o dia em que decidiu abandonar a comodidade do óbvio para buscar novos horizontes, usando a vocação e os talentos que DEUS lhe deu. Mas, aos poucos, tudo vai tomando forma.

O que foi projeto ganha contornos de lar resplandecente, novo. Angústias e aborrecimentos ficam no passado e a realidade nova é digna de se admirar. Por maior que seja a dificuldade de perseguir um sonho, maior ainda é a alegria de vê-lo se concretizar".

publicado por pensamentoslucena às 12:09

Março 01 2010

 

Um dia as flores descobriram que podiam se deixar levar pelo vento. Descobriram que eram fortes e que tinham direito de viver. O mundo então mudou.

Antes, dominadas pela sociedade machista e convencidas que a melhor maneira de viver era seguir a maré, as mulheres calavam-se. Fingiam felicidade, fingiam prazer. As que encontravam marido deviam dar-se por satisfeitas. E davam-se.

O segredo de tantos casamentos durarem muitos anos antigamente não é o amor que era mais puro e forte, mas a situação da mulher que, dependente financeira e emocionalmente do marido, não ousava. Não dizia o que pensava realmente, não exteriorizava o que sentia. As mulheres foram preparadas para servir, os homens para serem servidos. Tanto que parte e outra aceitavam, o mundo caminhava e os casamentos iam adiante.

Mas aos poucos a sociedade foi mudando. E as mulheres foram revelando-se. Descobriram-se vivas. Descobriram que podem dizer não e sim: não a uma vida monótona e que não realiza; descobriram que são capazes de produzir, criar. Descobriram que podem escolher e escolhem. Escolhem mudar de vida, de caminho, de direção.

Jardineiros nem sempre cuidadosos, muitos homens não percebem que a mulher é uma flor. Uma flor serena ficará para sempre no jardim onde foi plantada; somente as que encontram vazio diante de si deixam-se cativar por diferentes horizontes.

Um bom jardineiro sabe que uma flor precisa de sol, atenção, cuidados especiais. Um bom jardineiro cativa, cultiva, tem cuidado, poda quando preciso, mas sempre fazendo atenção para não destruir, porque ele sabe que quando a primavera chega a sua flor dará o melhor de si.

Letícia Thompson

publicado por pensamentoslucena às 12:01

Março 01 2010


 

 

Certa Vez um sábio foi convidado para um banquete.

Quando o sábio se aproximou da casa do seu anfitrião viu que a entrada estava repleta de bonitos adornos e que enormes lâmpadas a iluminavam... se deteve no caminho e o seu anfitrião foi ao seu encontro.

Após os cumprimentos o sábio falou ao homem que retirasse todos aqueles enfeites e faróis que tinha posto na fachada da casa por causa da sua visita.

- Mas por que? O senhor não gostou? - perguntou o anfitrião.

- Não se trata disso - disse o sábio - Um homem não deve ser diferenciado do outro na sua condição de hóspede. Eu desejo ser tratado de maneira igual ao mais humilde hóspede. Ou você faz o que pedi ou me prometa que de agora em diante você receberá do mesmo modo todos aqueles que visitarem a sua casa.

- Mas sábio, se eu tratar a todos os meus hóspedes da mesma maneira que pretendo tratá-lo eu irei à falência!

- É por isso que pedi para retirar os adornos e as lâmpadas... O anfitrião, então, retirou os enfeites que tinha posto, serviu uma refeição mais moderada e devolveu à sua casa a aparência cotidiana...

Tratar diferentemente as pessoas por causa da sua condição social ou da sua aparência é agir em total desacordo com os preceitos do amor universal.

Usar de dignidade e justiça no trato com os outros é um dever básico para quem quer contribuir para a edificação de uma realidade melhor.

Ser hospitaleiro não é dominar a etiqueta social para agradar visitas que consideramos importantes, é sim reconhecer um traço de Deus em todos aqueles que batem à nossa porta...

publicado por pensamentoslucena às 11:30
Tags:

Março 01 2010

 

 

Certo dia um dono de uma loja em um shopping,preocupado com a baixa venda em seu estabelecimento,procurou um velho lojista no centro da cidade,conhecido pela sua gentileza e sabedoria,e disse-lhe desanimado.

-Senhor,nunca vi uma crise como esta.O pessoal vê,pergunta o preço mas comprar,que é bom,nada.

O sábio respondeu:

-A crise de hoje é maior do que a do dia em que você abriu sua loja? Garanto que você não tinha nenhum cliente e a loja inteira para pagar. Mas como era você?

Garanto que você ficava na porta abrindo sorriso para quem passava.Convidava as pessoas para entrar na loja.Acompanhava os clientes até a porta,carregando os pacotes deles.
Garanto que você ficou esperando o telefone tocar imaginando ser algum cliente,mesmo sabendo que ninguém sabia o número de seu telefone.
Você foi até a administração do shopping oferecendo-se para trabalhar na associação dos lojistas para "animar" o shopping,fazer um natal diferente,campanhas novas etc.

Hoje, como é? O telefone toca e você grita:"Alguém atenda".Os clientes querem falar com você e você se esconde.A associação dos lojistas chamou você para uma reunião sobre o dia das mães,você foi? Ah,meu nobre colega e você agora vem falar em crise.

Meio sem jeito,com tantas verdades reveladas,o jovem lojista persistiu:
-Mas o que devo fazer?

Com toda paciência do mundo,o experiente lojista respondeu-lhe:
-Você perdeu a paixão do começo.Quando a gente perde a paixão do começo,perde o entusiasmo pelo que faz.Quando perdemos o entusiasmo e a paixão,perdemos a vontade de empreender,de inovar,de criar coisas novas,de nos reinventar.E,sem isso tudo,a vida torna-se uma rotina desestimulante.

Começamos a andar para trás e a acomodação pessimista toma conta de nosso dia-a-dia.

publicado por pensamentoslucena às 11:13

Março 01 2010

 

 

A vida é um campeonato permanente. Assim que uma partida termina, começa outra.  O prazer não está mais no descanso, e sim na preparação e na próxima partida. É assim tanto nos campos de futebol ou nas quadras quanto nas empresas ou nas casas... Certamente, você lutou para construir seu lar, lutou para construir seu negócio, sua empresa!
 
Mas conseguir criá-la foi somente o início da sua aventura como empreendedor. Agora é preciso que ela permaneça competitiva. Você lutou muito até chegar à gerência. Então, chegou a hora de aproveitar a oportunidade e mostrar toda a sua capacidade para ocupar o cargo...
A vida, para quem evolui, apresenta desafios cada vez maiores, e é bobagem imaginar que esse ritmo vá diminuir.

As equipes, muitas vezes, se iludem pensando que, depois de terminar um projeto, haverá um período tranqüilo.  No momento seguinte, já aparece outro, que exige ainda mais de todos.  É assim aqui com a gente também. Pensa que não?
 
Aí, você pergunta:
- Quando é que a tranqüilidade do passado vai voltar?
Jamais, porque o tempo não volta. Está sempre avançando em direção ao futuro.  Hoje, temos de aprender a desfrutar a agitação do momento. Calmaria, atualmente, é sinal de que os negócios vão mal ou que a vida está estagnada... O que está acontecendo é que vivemos num mundo altamente competitivo.

Por isso, temos de aprender a realizar nossos projetos dentro desse cenário, levando em conta que o estresse faz parte de nossa vida e que, na maioria das vezes, vamos produzir debaixo de tensão. Se conseguir encarar assim, com naturalidade, o dia-a-dia será menos pesado...

Faça tudo no seu ritmo, sem sofrimento, e você chegará lá!  O importante é não ter medo de prosseguir... A cantora que se propõe a cantar para um público de 50 mil pessoas sabe que, se falhar, precisará agüentar uma vaia inesquecível...

Mas, mesmo assim, ela corre esse risco para ter o prazer de ver a platéia aplaudi-la de pé. Só uma coisa torna o sonho impossível: o medo de fracassar!

publicado por pensamentoslucena às 11:07

Março 01 2010

 

 

A idiotice é vital para a felicidade gente chata essa que quer ser séria, profunda, visceral. 

A vida já é um caos, por que fazermos dela, ainda por cima, um tratado? Deixe a seriedade para as horas em que ela é inevitável: separações, dores.

No dia-a-dia, seja idiota! Ria dos próprios defeitos. Ignore o que o boçal do seu chefe disse. Pense assim: quem tem que carregar aquela cara feia, todos os dias, inseparavelmente, é ele.

Pobre dele. Milhares de casamentos acabaram-se não pela falta de amor, dinheiro, sexo, sincronia, mas pela ausência de idiotice. trate seu amor como seu melhor amigo, e pronto.

Quem disse que é bom dividirmos a vida com alguém que tem conselho pra tudo, soluções sensatas, mas não consegue rir quando tropeça? Que sabe resolver uma crise familiar mas não tem a menor idéia de como preencher as horas livres de um fim de semana? 

Quanto tempo faz que você não vai ao cinema? É bem comum gente que fica perdida quando se acabam os problemas. 

E daí, o que elas farão se já não têm por que se desesperar? Desaprenderam a brincar. eu não quero alguém assim comigo. Tudo que é mais difícil é mais gostoso, mas... a realidade já é dura; piora se for densa. dura e densa, ruim.

Brincar é legal. entendeu?  Esqueça o que te falaram sobre ser adulto, tudo aquilo de não brincar com comida, não falar besteira, não ser imaturo, não chorar, não andar descalço.
Empine pipa!
 
Adultos podem (e devem) contar piadas, passear no parque e lamber a tampa do iogurte. Ser adulto não é perder os prazeres da vida - e esse é o único "não" realmente aceitável. Teste a teoria. Uma semaninha, para começar.

Veja e sinta as coisas como se elas fossem o que são: passageiras. acorde de manhã e decida entre duas coisas: ficar de mau humor e transmitir isso adiante ou sorrir...

Bom mesmo é ter o problema na cabeça, o sorriso na boca e paz no coração! Aliás, entregue os problemas nas mãos de Deus e que tal um cafezinho gostoso agora?

publicado por pensamentoslucena às 10:47

Março 01 2010

 

 

 

 

 

O que é trabalhar? Para alguns, é sentar-se em um cubículo e atender telefonemas. Para outros, é cuidar de uma criança, construir uma casa, cozinhar ou pilotar um avião.

Trabalho é a essência da vida. Todos o fazemos, quer tenhamos um contracheque ou não. É o que nos mantém vivos e o que nos faz seguir adiante. Não existe trabalho insignificante. Todo trabalho é importante.

Em todo trabalho, há lugar para a satisfação, porque há também oportunidade de fazermos a diferença. Quanto mais você se empenhar na realização de um trabalho, mais longe você chegará.

Mãos à obra. Isso o manterá vivo. Ponha sua mente nisso e você terá vida. Ponha sua própria essência e você receberá enormes recompensas. O valor do seu trabalho é afetado não pelo que você faz, mas pelo esforço que você dedica a ele.

publicado por pensamentoslucena às 10:03
Tags:

Março 01 2010

 

 

Os problemas cuja origem é a mais insensata possível são aqueles que nós mesmos inventamos. Vivemos o momento e não pensamos nas conseqüências futuras. Comemos muito, nos exercitamos pouco e ingerimos toda sorte de substâncias químicas. Deixamos as coisas escapar. Tomamos atalhos. Tudo isso se soma e nos coloca para baixo.

Mas você tem forças para sair de qualquer situação em que tenha se metido. Sempre existe esperança. A mesma coisa que colocou você no problema pode tirá-lo dele. Depende da sua determinação. Está no seu próximo cigarro ou no próximo século?

A vida pode ser muito mais rica do que é. Tomar sempre o caminho mais fácil não é uma boa maneira de viver. O esforço, o comprometimento e a disciplina são as próprias recompensas. Se você quer desfrutar de uma boa vida, primeiro precisa criá-la. Não existem soluções fáceis, porque a satisfação está no esforço.

Neste exato momento, você tem a capacidade de se colocar acima dos problemas que você mesmo se impôs: basta que você tome uma decisão e se comprometa a fazer a diferença na sua própria vida e na vida de outros. Esforce-se em cada minuto de cada dia. A vida bem vale a pena.

 

publicado por pensamentoslucena às 09:55

Março 01 2010

 

 

 

 

 

 

Ninguém se arriscaria a dirigir em uma estrada sem ter as mãos no volante. Ainda assim, com freqüência andamos pela estrada da vida com as mãos fora do volante. A mente é o volante da vida. A vida segue obediente para onde a mente a direciona. Quando falhamos em controlar nossa mente, a vida se descontrola.

Em vez de mantermos as mãos firmes no volante e dirigirmos nossos pensamentos a um propósito específico, deixamos que nossa mente gire em todas as direções. Os resultados são freqüentemente desastrosos. Nossas vidas vão no contra-fluxo e batemos de frente.

Muitas vezes somos jogados para fora da estrada e caímos em terreno esburacado, que nos sacode e chacoalha até nos quebrar. Na vida, como na direção, o progresso mais suave e seguro se consegue mantendo-se firmemente no controle.

Para isso, devemos saber aonde queremos ir, planejar a rota e, acima de tudo, ter disciplina para manter as mãos firmes no volante.

 

publicado por pensamentoslucena às 09:40

Março 01 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Primeiro considera profunda e sinceramente Se tens que reformar teu próprio interior. Se concluíres que sim, Saibas, desde já, que não será tarefa fácil.

Terás teu próprio eu como teu maior adversário Nessa grande reforma. Se, mesmo assim, Decidires que teu tempo de mudança chegou, Não cometas o erro de tentar, Porque tentar, apenas, é pouco! Faça ou não faça!

Entretanto, Se te julgas suficientemente forte Para vencer teu dragão interior, Então, começa pelo coração!

E não deixes pedra sobre pedra, Sequer aqueles entulhos de sentimentos Tão carinhosamente guardados Para quando um dia possas vir a utilizá-los.

Desfaz-te dos antigos quadros que já nada dizem, Apenas doem, Pregados com pregos enferrujados na parede da alma...

Abre as janelas de tuas aspirações Para o sol da manhã de um novo dia de realizações, E deixa a luz purificadora do sol das ousadias Invadir os cantos escuros de tuas preocupações - por perigos, talvez imaginários - Onde escondias tuas dores irreveladas.

Ouve os trinados dos pássaros de teus sonhos A te entoarem novas e reveladoras melodias.

Abre a porta de tua mansão do passado, E vejas o caminho dos teus ideais Abrindo-se em felizes e brilhantes futuros, Enfeitados pelas flores das muitas alegrias Que te esperam ao longo da jornada.

Caminha por ele. Não! Não leves nada! Não cedas à tentação de levar contigo doces lembranças de um passado feliz. Ela será o teu veneno, E te fará verter lágrimas Por algo que não pode ser revivido nem alterado, Quando deverias sorrir Pelo verdejante vale de alegrias Que te aguarda e com as quais nem sonhas.

Abre as janelas de teus embolorados projetos Há tanto adiados E deixa o frescor da brisa de novas metas Estabelecerem novos rumos para tua vida. Pinta de cores novas e alegres Teus porões, E deixa que a luz de novas promessas de vida os ilumine E invadam os nichos de tuas reticências.

Não temas a noite silenciosa de tuas incertezas, Nem as chuvas ocasionais de tuas tristezas. Elas virão, com certeza. Mas, noites podem ser belas, Se, ao contrário de olhares para a escuridão Que nada transmite, Decidires olhar para o céu e contar estrelas, E vê-las como purpurinas Com que Deus enfeita a festa da descoberta do encontro com teu próprio eu.

Chuvas podem ser revigorantes, Se decidires não apenas Olhar para os rios de tuas atribulações, Transbordantes de preocupações, Mas te detiveres a observar Os novos ramos de esperança de vida Que nascem após a tormenta.

Abre as portas daquele armário de espelhos, Onde guardavas apenas os reflexos de tuas boas intenções, E olhando tua própria imagem refletida, Faze valer a pena ser tu A única coisa de valor que vale a pena ser guardada ali. Desfaça-te de tudo o que possa ser apenas miragens, E vá à feira de novas aspirações, Onde poderás adquirir novos adornos para tua alma.

Não te deixes iludir por muitos brilhos. Procura as coisas simples, Porque serão sempre as mais verdadeiras. Sai de tua pálida estada Nas sombras da saudade e da desesperança E vai para a luz irradiante do sol das novas perspectivas.

E quando estiveres caminhando Pela estrada do encontro com teu próprio coração, Olha, de vez em quando, para o alto, Para o cimo das montanhas, Porque é lá que nascerá, para sempre, a cada manhã, O raiar de um novo dia!

publicado por pensamentoslucena às 09:16

Pensamentos, reflexões e otimismo para seu dia!!!
mais sobre mim
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
20

21
26
27

28
29


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO