Pensamentos

Março 16 2010

 

Oito da noite numa avenida movimentada. O casal já está atrasado para jantar na casa de alguns amigos. O endereço é novo, assim como o caminho, que ela conferiu no mapa antes  de sair. Ele dirige o carro. Ela o orienta e pede para que vire na próxima rua à esquerda. Ele tem certeza de que é à direita. Discutem.

Percebendo que, além de atrasados, poderão ficar mal humorados, ela deixa  que ele decida. Ele vira à direita e percebe que estava errado. Ainda com dificuldade, ele admite que insistiu no caminho errado,  enquanto faz o retorno.

Ela sorri e diz que não há problema algum em chegar alguns minutos mais
tarde. Mas ele ainda quer saber: "se você tinha tanta certeza de que eu estava tomando o caminho errado, deveria  insistir um pouco mais". E ela diz: "entre ter razão e ser feliz, prefiro  ser feliz. Estávamos à beira de uma briga, se eu insistisse mais teríamos estragado a noite". Certamente uma sábia decisão.

Muitas vezes nós perdemos oportunidades de viver momentos felizes só porque queremos provar que estamos com a razão. De maneira alguma defendemos a omissão ou o não uso da razão, mas tão somente o uso da razão com sensibilidade.

 

Podemos discordar de alguém e ainda assim preservar a amizade e o respeito por esse alguém. Pense nisso quando se apresentar uma situação em que você tenha que fazer essa opção e se questione, antes de agir:

"Será que vale a pena perder a calma para defender esse ponto de vista?" "Será que o momento certo para expor minha opinião é agora?" "Será este o momento de impor minhas razões?" Talvez se prestássemos mais atenção em nossas palavras e nos porquês de nossas discussões freqüentes, perceberíamos que na maioria das vezes poderíamos optar por ser feliz e ter paz, em vez de ter razão.

Considere que as energias gastas em discussões infrutíferas podem lhe fazer falta na manutenção da saúde física e mental, e busque usá-las de maneira útil e inteligente. Afinal, todos os seus esforços devem ser usados em prol da harmonia comum, para que haja paz ao seu redor.

E lembre-se, sempre, antes de qualquer desgaste, de questionar: 
"quero ter razão, ou ser feliz"?

publicado por pensamentoslucena às 12:00

Março 16 2010

Um construtor de pontes,  foi contratado para construir uma ponte suspensa sobre o rio Niagara.

O primeiro problema que ele enfrentou era descobrir uma forma para esticar o seu primeiro cabo através da larga extensão de águas. Se um barco tentasse cruzar o rio seria varrido sobre as quedas.

O construtor pensou em uma idéia muito simples. Se uma pipa pudesse voar até a margem oposta usando um leve cordão, um cordão mais forte poderia ser amarrado à este e poderia ser puxado para o outro lado, então um cordão mais forte seria puxado através deste e assim por diante até que o cabo de aço desejado pudesse ser unido e arrastado até o outro lado.

O construtor indicou uma competição de pipas e um jovem  prosperou na sua segunda tentativa. O plano simples do construtor funcionou e a ponte foi construída.

Na nossa vida, muitas vezes nos sentimos como não tendo um papel muito importante à desempenhar. O que fazemos parece tão insignificante. Mas não é bem assim. Cada cristão tem uma parte importante no jogo da vida. O todo é uma soma das numerosas "pequenas coisas" que somos chamados a fazer todos os dias.

Jesus começou a espalhar o evangelho pelo mundo inteiro por simplesmente enviar seus discípulos de dois em dois! Então, nunca subestime a importância do que Deus lhe chamou a fazer. O importante é persistir - dia após dia!

E ao deitar-se à noite, agradeça:
"Querido Deus, agradeço-Lhe por usar pessoas comuns como eu para fazer o Seu trabalho nesta terra. Ajude-me a compreender que minha parte - não importa quão pequena - é uma parte vital do quadro inteiro. Ajude-me a ser responsável e nunca decepcionar ao fazer minha parte. Obrigado por me ouvir e responder minha oração. Que assim seja".


 

publicado por pensamentoslucena às 11:52

Março 16 2010

Faça campanha da sua família, fale de amor .

Use a tolerância e lembre-se : - sem amor nada somos!

Ame a sua família e faça dela um tesouro, onde os problemas ficam do lado de fora.
Espalhe alegria pelas paredes, coloque o seu melhor no preparo das refeições, faça a limpeza e vibre com a sua casa por mais simples que ela seja, mesmo que não seja sua ainda, se ela tem a sua impressão, que seja a melhor possível.

Não importa se a sua casa tem muitos quartos, ou se é feita de madeira emprestada, sem amor nenhuma casa tem sustentação, é como casa sem alicerce, castelo de areia muito perto da praia.

Quer uma missão?  Crie harmonia na sua casa, a sua família é o mundo, e o mundo é a união das famílias. Não precisamos consertar o mundo, precisamos consertar as famílias. Faça da sua família uma benção, o resto Deus opera em pouco tempo.
Eu acredito em você.


Paulo Roberto Gaefke

 

publicado por pensamentoslucena às 11:21

Março 16 2010

                     

Um homem queria pendurar um quadro. O prego ele já tinha, só faltava o martelo. O vizinho possuía um, e o nosso homem resolveu ir até lá pedi-lo emprestado.

Mas ficou em dúvida:
- E se o vizinho não quiser me emprestar o martelo? Ontem ele me cumprimentou meio secamente. Talvez estivesse com pressa.
- Mas isso devia ser só uma desculpa. Ele deve ter alguma coisa contra mim.
- Mas por quê? eu não fiz nada! Ele deve estar imaginando coisas. Se alguém quisesse emprestar alguma ferramenta minha eu emprestaria imediatamente.
- Por que ele não quer me emprestar o martelo? Como é que alguém pode recusar um simples favor desses a um semelhante? Gente dessa laia só complica a nossa vida. Na certa, ele imagina que eu dependo dele só porque ele tem um martelo.
- Mas, agora chega!

E correu até o apartamento do vizinho, tocou a campainha, o vizinho abriu a porta. Mas antes que pudesse dizer
- Bom Dia...

O nosso homem berrou:
- Pode ficar com o seu martelo, seu imbecil!

 

 

publicado por pensamentoslucena às 11:11

Março 16 2010

Aprende com o silêncio a ouvir os sons interiores da sua alma, a calar-se nas discussões e assim evitar tragédias e desafetos,
aprende com o silêncio a respeitar a opinião dos outros, por mais contrária que seja da sua, aprende com o silêncio a aceitar alguns fatos que você provocou, a ser humilde deixando o orgulho gritar lá fora, aprende com o silêncio a reparar nas coisas mais simples, valorizar o que é belo, ouvir o que faz algum sentido, evitar reclamações vazias e sem sentido, aprende com o silêncio que a solidão não é o pior castigo, existem companhias bem piores....

 Aprende com o silêncio que a vida é boa, que nós só precisamos olhar para o lado certo, ouvir a música certa, ler o livro certo, que pode ser qualquer livro, desde que você o leia até o fim.
Aprende com o silêncio que tudo tem um ciclo, como as marés que insistem em ir e voltar, os pássaros que migram e voltam ao mesmo lugar, como a Terra que faz a volta completa sobre o seu próprio eixo,, complete a sua tarefa.

Aprende com o silêncio a respeitar a sua vida, valorizar o seu dia, enxergar em você as qualidades que você possui, equilibrar os defeitos que você tem e sabe que precisa corrigir e enxergar aqueles que você ainda não descobriu .
Aprende com o silêncio a relaxar, mesmo no pior trânsito, na maior das cobranças, na briga mais acalorada, na discussão entre familiares, aprende com o silêncio a respeitar o seu "eu", a valorizar o ser humano que você é, a respeitar o Templo que é o seu corpo, e o santuário que é a sua vida.

Aprende hoje com o silêncio, que gritar não traz respeito, que ouvir ainda é melhor que muito falar, e em respeito a você, eu me calo, me silencio, para que você possa ouvir o seu interior que quer lhe falar,  desejar-lhe um dia vitorioso  e confirmar que você é especial.

Paulo Roberto Gaefke

 

publicado por pensamentoslucena às 10:43

Março 16 2010

Quando era pequeno, um filho de um rei, tinha um mestre que conseguiu fazê-lo destacar-se em todas as matérias que aprendia. Certa tarde, o mestre - aparentemente sem motivo - castigou-o com toda severidade.

Anos depois, aquele jovem subiu ao trono. Uma das suas primeiras providências foi mandar trazer o mestre de sua infância, e exigir uma explicação para a injustiça que cometera.

- Por que me castigaste sem que eu merecesse?, perguntou.

- Quando vi tua inteligência, soube logo que irias herdar o trono de teu pai, respondeu o mestre. - E resolvi mostrar-lhe como a injustiça é capaz de marcar um homem para o resto da vida. Espero que você jamais castigue alguém sem motivo.

O agora então rei, admirou sua sabedoria, e lhe deu um cargo elevado.

 

publicado por pensamentoslucena às 09:53

Março 16 2010

 

Um jovem acabara de chegar a casa de um sábio que morava em uma floresta.

Pediu permissão para ficar e praticar os aprendizados.

E o sábio lhe disse:
- Espero que não tenha medo de sofrer.

Um tanto surpreso, o jovem  explicou que não tinha vindo para sofrer, mas para aprender a meditar e a viver em paz na floresta.

Ao que o sábio replicou:
- Existem dois tipos de sofrimento: o sofrimento que resulta em mais sofrimento e o sofrimento que põe fim ao sofrimento.

E concluiu:
- Se você não estiver disposto a encarar o segundo tipo, certamente continuará a experimentar o primeiro.

É importante saber lidar com "sofrimento humano" para vencermos o "sofrimento da alma"...

 

publicado por pensamentoslucena às 09:49

Março 16 2010

 

 

 

 

 

 

Diz o poeta: "... amigos são testemunhas vivas de nossas vidas". São fragmentos de nossa história, e em cada lembrança de um rosto amigo podemos recordar um momento de nosso passado, e amigos são muito mais do que momentos, são alianças que fazemos pela eternidade, mesmo que a amizade seja passageira, que dure apenas um contrato de trabalho, um período escolar ou as férias de verão, ainda assim, fica uma marca indelével na alma, ou, como dizia o próprio Milan Kundera, escritor tcheco, a insustentável leveza da amizade fica pairando sobre nossas lembranças.

Um amigo empresta sentimentos, doa carinho, atenção, gestos que ficam como fotografias arquivadas em nosso interior, e basta um gesto, uma voz, um perfume no ar, uma música, um cheiro de lenha queimada ou de terra molhada e já estamos recordando um amigo.
Quem tem amigos pode se dizer feliz, realizado, quem é amigo de alguém tem prazer em viver, em servir, em ter a companhia de quem transmite algo maior que o próprio amor, alias, a amizade é a essência do amor, é a base segura que leva duas pessoas, mesmo distantes se comunicarem, transmitirem conforto e até carinho mesmo com o oceano a separá-los.

Todo amigo é uma jóia, um tesouro que devemos guardar no precioso cofre chamado coração.

Paulo Roberto Gaefke

 

publicado por pensamentoslucena às 09:25
Tags:

Pensamentos, reflexões e otimismo para seu dia!!!
mais sobre mim
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
20

21
26
27

28
29


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO