Pensamentos

Março 23 2010

 

Olhe para trás, veja os obstáculos que você superou. Veja o quanto você já aprendeu nesta vida e quanto você cresceu... Olhe para frente, não fique parado, levante-se quando tropeçar e cair. Estabeleça metas, tenha planos e prossiga com firmeza.

Olhe para dentro, conheça seu coração e analise seus projetos, mantenha puros seus sentimentos, não deixe que o orgulho, a vaidade e a inveja dominem seus pensamentos e seu coração.

Olhe para o lado, socorra quem precisa de você. Ame o próximo e seja sensível para perceber as necessidades daqueles que o cercam.

Olhe para baixo, não pise em ninguém, perceba as pequenas coisas e aprenda a valorizá-las.

Olhe para cima. Há um Deus maior do que você que te ama muito e cuida para que você tenha tudo aquilo que necessitar.

Olhe para Deus. Perceba a profundidade, a riqueza e o poder da bondade divina. Sinta esse Deus que olha por você em todos os dias de sua vida..........

publicado por pensamentoslucena às 12:32

Março 23 2010

Eu sou Deus. Hoje estarei cuidando de todos os seus problemas. Por favor, lembre-se que eu não preciso de sua ajuda.

Se estiver numa situação que você não possa resolver, NÃO  tente  resolvê-la.  Por  favor,  coloque-a  na  caixa  APJF (algo para Jesus fazer). Ela me será entregue no MEU tempo, não no seu.

Uma vez colocado o problema na caixa, NÃO pense mais nela, ou tente removê-la.  Pensar nela ou removê-la da caixa, só atrasará
a solução de seu problema.

Se for uma situação que você se julga capaz de resolver, por favor, consulte-me em oração, para ter certeza da melhor solução.

Porque Eu não durmo nem mesmo cochilo, não há necessidade de você perder o seu sono.  Descanse, meu filho.   Se você precisar falar comigo, Eu estou a apenas uma oração de distância.

“E tudo quanto pedirdes em Meu nome crendo, recebereis”

publicado por pensamentoslucena às 12:09
Tags:

Março 23 2010

Quem planta sementes, colhe alimento.  Quem planta amor, colhe amizade. Quem semeia alegria, colhe felicidade.  Quem semeia a fé, colhe a certeza.

Quem semeia carinho, colhe gratidão.  Quem semeia a verdade, colhe a confiança. Quem planta a vida, colhe milagres!

No entanto, há quem prefira...

semear tristeza e colher amargura plantar discórdia e colher solidão
Semear vento e colher tempestade plantar ira e colher inimizade plantar injustiça e colher abandono...

Somos semeadores conscientes no campo da vida, diariamente espalhamos milhões de sementes ao nosso redor. Saiba escolher sempre as melhores, para que, ao recebermos a dádiva da colheita farta, tenhamos apenas motivos para agradecer...

publicado por pensamentoslucena às 11:57

Março 23 2010

Um homem que, graças à sua imensa riqueza e sua infinita ambição, resolveu comprar tudo o que estava ao seu alcance.

Depois de encher suas muitas casas de roupas, móveis, automóveis e jóias, o homem resolveu comprar ainda outras coisas mais.

Comprou a ética e a moral, e nesse momento foi criada a corrupção. Comprou a solidariedade e a generosidade, estava criada assim a indiferença.

Comprou a justiça e suas leis, fazendo nascer na mesma hora e impunidade. Comprou o amor e os sentimentos, e surgiu a dor e o remorso.

O homem mais poderoso do mundo comprou todos os bens materiais que queria possuir e todos os valores que desejava dominar. Até que um dia, já embriagado por tanto poder, resolveu comprar a si mesmo.

Apesar de todo o dinheiro, não conseguiu realizar seu intento. Então, a partir desse momento, criou-se na consciência da Terra um único bem que nenhuma pessoa pode pôr preço: seu próprio valor.


publicado por pensamentoslucena às 11:07

Março 23 2010

I - Tenha controle de sua língua. Sempre diga menos do que pensa. Cultive uma voz baixa e suave; a maneira de falar, muitas vezes, impressiona mais do que aquilo que se fala.

II - Pense antes de fazer uma promessa e depois não dê importância do quanto lhe custa.

III - Nunca deixe passar uma oportunidade para dizer uma palavra meiga e animadora a uma pessoa, ou a respeito dela.

IV - Tenha interesse nos outros, em suas ocupações, seu bem-estar, seus lares e famílias. Seja alegre com os que riem e lamente com os que choram. Deixe cada pessoa com quem encontrar sentir que você lhe dispensa importância e atenção.

V - Seja alegre. Conserve para cima os cantos da boca. Esconda as suas dores, seus desapontamentos e inquietações sob um sorriso. Ria de histórias boas e aprenda a contá-las.

VI - Conserve a mente aberta para todas as questões da discussão. Investigue, mas não argumente. É marca de ser superior... discordar e ainda conservar a amizade.

VII - Deixe as suas virtudes falarem por si mesmas e recuse falar das faltas e fraquezas dos outros. Desencoraje murmúrios. Fale coisas boas aos outros.

VIII - Tenha cuidado com os sentimentos dos outros. Gracejos e humor não valem a pena e freqüentemente magoam quando menos se espera.

IX - Não faça caso das observações más a seu respeito. Só viva de modo que ninguém acredite nelas. Nervosismo e indignação são causas comuns para maledicência.

X - Não seja tão ansioso a respeito de seus direitos. Trabalhe, tenha paciência, conserve seu temperamento calmo, esqueça de si mesmo e receberá a sua recompensa.

 

publicado por pensamentoslucena às 10:49

Março 23 2010

Quando afinal, tudo estava certo, no lugar exato, se encaixando, tudo mudou. Outra vez. A história era bem aquela, as coisas não eram bem assim, o caminho não é mais aquele, a pessoa não era tão legal, o namoro acabou, o casamento gorou, o emprego dançou. De repente, o susto de novo, a falta de chão. Tudo que era deixa de ser. Muda o panorama, o horizonte, a perspectiva, a vida. Canseira, preguiça, raiva.

Quando chegará a minha vez? Nunca. Pelo menos não desse jeito que a gente fantasia "a nossa vez". Não existe um momento estático em que tudo fica em um determinado jeito ruim, nem um determinado jeito bom. O bom e o ruim passam. Só há uma coisa segura, certa e imutável na vida: nada é seguro, certo e imutável.

Por isso, não adianta ficar esperando a vez chegar. A vez já chegou, está sendo agora, o melhor a fazer é aproveitar a mudança para ver, refletir, mudar o ponto de observação, considerar o mundo sob uma outra ótica, outra lógica, outros meios de conhecimento. Não adianta olhar pra trás e curtir aquela dorzinha funda, por trás da mudança: infelicidade de agora lembrando da felicidade de ontem. Mais construtivo é viver com a mudança. Algumas reflexões que passam pela minha cabeça, quando me vejo na situação de enfrentar a mudança.

Não é bom controlar o mundo lá fora, segurar, prender, forçar para que as coisas se encaixem em um jogo de quebra-cabeça criado pela nossa imaginação. Controlar o de fora é impossível. Quebra! O negócio não é esperar que o mundo se adapte a nós. Nós temos que mudar para estar em harmonia com a nova situação lá fora. Ter flexibilidade. Jogo de cintura. Ser leve. Retirar peso. Flutuar como pluma, dançar com o vento, sem resistência, sem oposição. Pensar que a mudança por pior que seja, sempre traz com ela um certo alívio.

Passado um período difícil de transição, cheio de incerteza e confusão, vem o prazer da descoberta do novo, o novo lugar, o novo ambiente, a nova alegria e a esperança da reconstrução. O movimento cai, levanta, constrói; cai, levanta, constrói, de novo e de novo enrijece o músculo, aumenta a elasticidade, a força, o jogo de cintura, a capacidade de viver melhor a vida.

Sobretudo não ter medo de perder. Com medo de morrer não se vive.  Considerar as perdas como batalhas, não como a grande guerra.

Enfrentar o momento. Olhar a mudança como o natural e não a exceção. A surpresa, a coisa ruim. Viver é um processo. Mudança é vida. Só não muda quem está morto. E nós estamos "vivinhos da Silva".


(Fátima Ali)

publicado por pensamentoslucena às 10:36

Março 23 2010

 

Quando você ri, acontecem coisas maravilhosas que beneficiam seu corpo e sua mente. São liberadas endorfinas em seu cérebro, que lhe dão uma “alta natural” de humor. Seu sistema respiratório faz o mesmo tipo de trabalho que faria em uma corrida.

O riso alivia a dor. Só se pode rir quando se está descontraído. E quanto mais você se descontrai, menos dor sente. Isso transforma os livros e filmes engraçados nos analgésicos ideais. Na verdade, não se pode ficar com úlceras e rir ao mesmo tempo, é preciso escolher um ou outro.

Vamos considerar que você está falido e que acabou de bater o carro, que está em meio a um processo de divórcio e que há uma goteira no telha, bem em cima da sua cama. Se tudo isso já está acontecendo, para que piorar tudo ficando infeliz também? A arte de ser feliz envolve estar apto a rir das dificuldades o mais rápido possível, assim que elas acontecem. 

 As pessoas felizes optam por não demorar a ver o lado divertido de seus desapontamentos.

As crianças podem ensinar muito a respeito do riso. Os jovens felizes riem praticamente de tudo, de maneira natural e sem pudores. Eles parecem saber de maneira intuitiva que umas boas risadas os mantêm saudáveis e equilibrados. Eles chegam equipados com uma sede insaciável por alegria e diversão.

É uma pena que quando chegam à idade adulta, essa atitude seja substituída por outra que diz: “a vida é muito séria”... Uma de nossas maiores responsabilidades para com os outros é nos divertir! Quando estamos nos divertindo, sentimo-nos melhores, trabalhamos melhor e as pessoas querem ficar perto de nós... Em poucas palavras: A vida não é tão séria. Vamos levar o humor mais a sério.


(Andrew Matthews, no livro "Seja Feliz")

publicado por pensamentoslucena às 10:20
Tags:

Março 23 2010

Nosso medo mais profundo não é o de sermos inadequados. Nosso medo mais profundo é que somos maiores além de qualquer medida. É a nossa luz, não as nossas trevas, o que mais nos apavora.

Nós nos perguntamos: quem sou eu para ser brilhante, maravilhoso, talentoso e fabuloso? Na realidade, quem é você para não ser?

Você é filho de DEUS. Se fazer pequeno não ajuda. Não há iluminação em se encolher, para que os outros não se sintam inseguros quando estão perto de você.

Nascemos para manifestar a glória de DEUS, que está dentro de nós. Não está apenas em um de nós: está em todos nós.

E, conforme deixamos essa luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo.

E, conforme nos libertamos do nosso medo, nossa presença, automaticamente, libera os outros.

 

publicado por pensamentoslucena às 09:53

Março 23 2010

 

Plante um jardim no seu coração. Não se preocupe em fertilizar pois a terra do coração é boa e naturalmente dadivosa. O mais importante é escolher as sementes certas. No jardim de seu coração não pode faltar a semente da FÉ.

As flores da fé deixarão seu coração resistente e fortalecido o bastante para que você possa suportar todas as interpeleis da vida. Plante a semente do AMOR. Esta planta precisa de cuidados especiais, porém suas flores são tão sublimes que exalarão as doces fragrâncias do perdão, da gratidão, da união com todos  e da vontade de servir desinteressadamente.

Plante as sementes da ALEGRIA e do ENTUSIASMO. Estas plantas  se vestirão das mais variadas cores. Plante a semente da HUMILDADE. Além de belíssima, esta planta tem o raro condão de impedir o crescimento das ervas daninhas do orgulho, do egoísmo e do ressentimento.

As flores da humildade exalarão o aroma da simplicidade, da leveza e da paz. Plante a semente da PERSEVERANÇA nos quatro cantos do seu jardim. Estas plantas crescerão lentamente, ficarão viçosas e encorpadas com o tempo.

Demorarão para dar suas flores esplêndidas para que você entenda que, às vezes, é preciso esperar para conseguir algo realmente valioso e definitivo.. E não se surpreenda se um dia notar que, bem no centro de seu jardim, nascer uma planta raríssima que você não plantou. Ela veio por lei de afinidade ao ver a beleza das outras plantas e das outras flores.

Chamar-se-á planta da SABEDORIA. Suas flores nobres e fulgurantes exalarão o perfume do discernimento e permitirão que você possa contemplar toda a Criação pelos próprios olhos de Deus.


(Fátima Irene Pinto)

publicado por pensamentoslucena às 09:30

Março 23 2010

Os sentimentos de um parceiro oferecem informações essenciais que precisam ser compartilhadas com o outro. A dor física é um aviso de que há alguma coisa errada com nosso corpo, de modo que possamos agir para sanar o problema.

Da mesma forma, as emoções tanto agradáveis quanto desagradáveis dirigem nossa atenção para circunstâncias importantes. Se não tivéssemos emoções, não saberíamos como distinguir as situações que são benéficas para a nossa vida das prejudiciais.

Por exemplo, a alegria que sentimos assistindo ao nascer do sol lembra-nos de como é importante reservar algum tempo para admirar as belezas da natureza. Sem emoções, não perceberíamos que uma determinada situação é tediosa e não faríamos nada para torná-la mais interessante.

Sem o medo e a raiva, não saberíamos sair de situações potencialmente danosas. Devemos, portanto, tomar nossas emoções como ponto de partida para a reflexão, ou elas poderão produzir reações automáticas que não nos farão bem.

Emoções, pensamentos e ações são trigêmeos que precisam trabalhar juntos e em harmonia. Quando percebemos uma emoção, temos de analisá-la a fim de poder ouvir a mensagem que ela nos está enviando.

Usadas assim, as emoções nos levam à percepções ocultas, medos e preferências. Quando usamos as informações oferecidas, tanto pelas emoções quanto pela reflexão, podemos determinar o melhor modo de agir.


(Susan Heitler)

 

publicado por pensamentoslucena às 09:15

Pensamentos, reflexões e otimismo para seu dia!!!
mais sobre mim
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
20

21
26
27

28
29


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO