Pensamentos

Novembro 30 2011

 

 


Não se sobrecarregues com lembranças dolorosas do ontem, nem com temores covardes do amanhã. Vive-o com entusiasmo e intensidade. Construa você mesmo sua vida. Não permita que opiniões e erros alheios te conduzam ao fracasso. Irradie amor, cordialidade e simpatia. Nada guarde seus tesouros espirituais, pois quanto mais deres, mais enriquecerás. Nada espere receber dos outros. Sua grande fonte de energia está em você mesmo! Utilize-a sem moderação e logo perceberá o quanto já é rico e forte. Seja pontual, honesto e exigente contigo mesmo. Quem não se disciplina, desperdiça tesouros de energia física e mental e acaba por destruir-se. Cuide de seu corpo e de sua mente, conservando ambos sadios. Como os males de um se refletirão infalivelmente no outro, os dois merecem, por igual, seu cuidado. Tenha paciência. Jamais duvide que a vitória pertence aos que sabem esperar o momento certo de agir. Jamais duvide da continuidade da vida! Fuja da extravagância e do desperdício. Os dois são próprios dos desequilibrados e o equilíbrio na vida é um bem estimável. Faça diariamente uma avaliação de sua vida. Vê o que realmente importa e quais fardos inúteis te pesam! Livra-te deles para que não embaracem tua caminhada para um futuro pleno de realizações. Tome uma decisão consciente, livre e jamais se afaste dela. Saber querer é a base para vencer.


Novembro 30 2011

 

 

 

 Quando você olhar a sua volta; E achar que está sozinho; Que nada vale a pena... Olhe para dentro de você; Acorde suas lembranças; Lembre-se dos momentos bons; Que a vida lhe deu... Não está lá fora o que você procura... Mas dentro de você... O mundo dos outros; Não é seu mundo... Ser feliz é ter sintonia com DEUS. É saber amar... Saber viver cada dia; É saber olhar em sua volta E não enxergar os problemas; É dar um lindo sorriso e dizer... Obrigada meu DEUS por mais um dia... Obrigada pela vida; E pelo pão de cada dia; Obrigada por me ensinar que o amor; É mais do que um adjetivo; Mais do que um combustível Mais do que um ideal... Ser feliz depende de nós...!

publicado por pensamentoslucena às 09:12

Novembro 30 2011

 

 

Em nossa vida, como na matemática, devemos: - Somar alegrias; - Diminuir tristezas; - Multiplicar felicidade; - E dividir amor. Nestas dimensões, certamente todos gostamos da matemática. Somar alegrias : Quem vive sozinho, longe dos outros, sem compartilhar alegrias, sem permitar experiências, diminui sua própria alegria e não alcança a felicidade. Ficamos, às vezes, penalizados, vendo tanta gente que ainda não fez esta descoberta. Pessoas que se fecham sobre si mesmas, por medo ou egoísmo, palmilham caminhos errados. Quem teme perder sua alegria, repartindo-a com os outros, ainda não aprendeu a psicologia humana. Diminuir tristezas : A vida tem dessas compensações gratificantes. Quando conseguimos minorar a tristeza, nós é que saímos lucrando. Uma das mais profundas satisfações reservada a um coração humano é restituir o entusiasmo, a coragem e o otimismo aos irmãos da caminhada. Multiplicar felicidade : Na família, no trabalho, na comunidade, em qualquer lugar onde plantamos felicidade, nós a multiplicamos. Felicidade partilhada é felicidade pessoal multiplicada. Dividir o amor : Em matemática, quando dividimos um número pelo outro, o resultado final é sempre menor. Nas dimensões do amor humano, acontece exatamente o contrário. Dividir o amor com os outros é multiplicá-lo, é aumentá-lo. Todo aquele que divide seu amor com alguém, descobre em seguida ter multiplicado seu amor. Somar alegrias, diminuir tristezas, multiplicar felicidade, dividir o amor: é o mais lindo programa de vida que podemos abraçar. O ser humano é comunicativo por natureza. Não agüenta viver sozinho. O individualismo é o caminho mais certo da infelicidade, para a solidão. Somar alegrias, diminuir tristezas, multiplicar felicidade e dividir amor é a rota mais segura da Alegria de Viver. São estes os misteriosos caminhos da vida.

publicado por pensamentoslucena às 08:33

Novembro 29 2011

 

 

 

 

 

 

HOJE: mais um dia que começa. A noite de ontem fez desaparecer o dia, no entanto, ele não desistiu. Ei-lo aqui de novo oferecendo-se a você, colocando toda sua claridade à sua disposição. Ele sabe que a noite novamente virá e já guarda planos para recomeçar amanhã. Assim como você, ele também enfrenta desafios e o maior de todos é conseguir ser o melhor possível para que você se inspire nele, para também recomeçar, para encontrar o ânimo que ontem não foi suficiente para fazer com que você superasse os obstáculos que o tornaram mais cansado e mais descrente no dia de amanhã, no novo sol, na nova claridade. É possível que você não tenha tido um sono tranqüilo, com pensamentos rodando como um filme que se repete todo o tempo. Neste novo dia o protagonista do filme é Você, com novos desafios, com metas ainda não cumpridas e com as ameaças de mais uma noite mal dormida. Nem sempre as ameaças se cumprem e, quando menos esperamos, quando sentimos termos chegado ao nosso limite, a Vida, essa cúmplice de todo novo dia, faz cair sobre nós surpresas tão inesperadas, que o sono até poderá ser agitado à noite, mas desta vez pela euforia, pelo milagre da renovação, da súbita providência de Deus. Quem sabe não é hoje o seu dia? Apenas tente acreditar que nasceu um novo dia só para você ser feliz. Pode ser esta a Sua Hora e a Sua Vez.

 

 

Silvia Shimidt

publicado por pensamentoslucena às 11:22

Novembro 29 2011

 

 

 

 

ROBERTO ROMANELLI MAIA

 

 

 Não nos é possível escapar das conseqüências de nossas ações e reações... Pois em princípio o que damos queremos também receber... E quando isso não acontece surge a decepção, a frustração, a mágoa, a tristeza e a sensação de desamor... Sim, vive o ser humano a angústia de que ao dar felicidade deve receber felicidade... Mas que se der tristeza, não deve receber tristeza e sim alegria e felicidade... E como em geral tudo em nossa vida, não é tão certo nem previsível, nem sempre a cada as qualidades e virtudes, de um, são devidamente valorizadas pelo outro... Sim, a vida não premia alguém por ser ou não ser o melhor, o mais inteligente, o mais dedicado, o mais correto, honesto ou justo... A vida abre portas e janelas cabendo, a cada um, a escolha de por onde vai entrar... Ou sair... E se alguns não alcançam o sonhado e desejado não se deve a destino ou a má sorte. Se deve a opções mal feitas ou erradas... A desvios que foram tomados e que os afastaram da estrada principal! Pois nem sempre a melhor trilha é aquela mais curta ou aquela que está revestida por um maravilhoso asfalto! E uma estrada de barro ou de areia pode, muitas vezes, ser o melhor caminho... Pois ela pode mostrar, a medida que se avança, que a paisagem, encontrada, é mais agradável e bela para os olhos... Sim, ser ou não feliz não depende dos astros! Depende apenas de nós, de nossas ações, reações, opções e decisões... De como valorizamos ou não pequenas coisas... Ou o homem ou a mulher que, num determinado momento, escolhemos como o melhor! Como aquele que queremos amar e ser amado! De como atuamos em relação a nós mesmos e aos outros... De como entendemos o que eles desejam e querem e de como nós agimos em relação ao que nós, também, desejamos e queremos... E mais nada!

publicado por pensamentoslucena às 10:11

Novembro 29 2011

 

 

 Diante dos problemas que me afligem a alma, respondo ao destino, se é que ele existe, com uma perseverança que às vezes até me assusta, e me pergunto: onde arrumei tamanha força? . Diante das lágrimas, ergo um muro que faz uma barreira contra o desânimo. Diante da dor, passo uma pomada de alegria, que remove até as feridas antigas. . Diante da solidão, divido meu amor com os mais necessitados. Diante da desilusão, crio novas amizades, que reforçam a minha crença em ser o melhor amigo. . Diante da dúvida, arrisco-me mais, seguindo aprendendo com meus próprios erros. Diante das calúnias, entrego a minha certeza diante dos que me caluniam. . Diante do ódio, levo meu perdão. Diante de Deus, ajoelho-me e peço muito pouco, afinal, mais tenho para agradecer, a começar pela vida e por essa convicção de que vale a pena ser vivida intensamente. . Os problemas? Ora, eles são o sal da Terra, o que nos motiva a lutar, e até nisso, damos Graças a Deus. . Diante do espelho, reconheça-se vencedor, digno, merecedor da vida e das alegrias que podemos conquistar. Diante da vida, assuma a atitude de quem já sabe que vai dar a volta por cima em cada nova dificuldade. . Diante do passado, guarde apenas as boas recordações, mas não viva delas, produza o dia de hoje. Diante do futuro, trabalhe mais ainda neste dia. Plante as sementes que você quer colher amanhã. . Diante do amor, viva-o intensamente, aproveite para ser feliz, enquanto a emoção tocar a sua alma, e nunca, nunca se esqueça de doar-se, de partilhar os seus sentimentos, mesmo que não te entendam, afinal de contas, dividir o amor é multiplicar emoções, somar vida e subtrair a solidão.

 

 

Texto: Paulo Roberto Gaefke

publicado por pensamentoslucena às 09:48

Novembro 29 2011

 

 

 

 

A culpa não é das estrelas; a culpa é nossa.   Shakespeare

 

 

Qualquer dia que você desejar você pode disciplinar a si mesmo a fim de realizar profundas mudanças. Qualquer dia e em qualquer momento você pode abrir o livro da sua mente para um novo conhecimento. Qualquer dia você pode começar uma nova atividade. Qualquer dia que você desejar você poderá iniciar um processo que poderá mudar completamente a sua vida.

Mas você pode decidir também não fazer absolutamente nada. Se a idéia de mudança lhe traz desconforto, você pode permanecer exatamente da maneira que está. Você pode decidir descanso em vez de labor, entretenimento em vez de instrução, engano em vez de verdade e dúvida em vez de confiança.

Lembre-se: você tem a responsabilidade e a habilidade de fazer melhores escolhas a começar de hoje, de agora. Aqueles que estão em busca de uma vida com significado e propósito não precisam de mais respostas e mais tempo para pensar a fim de alcançar melhores decisões. Tudo que essas pessoas precisam é da verdade. Elas precisam da verdade plena, nada mais e nada menos que a verdade.

 

NDS

 

Para Meditação:

 

E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.  João 8:32

publicado por pensamentoslucena às 09:18

Novembro 29 2011

 

 

 

 Letícia Thompson
 
 O que separa corações não é a distância, é a indiferença. Há pessoas juntas estando separadas por milhares de quilômetros e outras separadas vivendo lado-a-lado. Muitas vezes nos importamos com o que acontece no mundo, nos sensibilizamos e pensamos até em fazer alguma coisa, mas nos esquecemos do que se passa ao nosso lado, na nossa casa, na nossa família e mesmo na vizinhança. Colocamos, sem querer, barreiras entre os corações que nos cercam. A indiferença mata lentamente, anula qualquer sentimento; e assim criamos distâncias quando estamos tão próximos. As pessoas se habituam tanto àquelas que convivem com elas que elas passam a não notá-las mais, a não dar mais importância. Mas, se quisermos transformar o mundo, comecemos por transformar a nós mesmos. Se quisermos entrar em combates para melhorar algo para o futuro, que esse combate comece dentro da nossa própria casa. Precisamos olhar os que estão ao nosso lado sempre com olhos novos. Comunicar mais, destruir mais barreiras e construir mais pontes. Precisamos nos dar de coração a coração. A melhor maneira de acabar com a indiferença de uma pessoa em relação a nós é amá-la. O amor transforma tudo. Não permita que pessoas ao seu lado morram de solidão! Não permita que elas sintam-se melhor fora de casa que dentro dela! Dê atenção, dê do seu próprio tempo! Comunique-se! Assista menos televisão e converse mais. Riam juntos. Há quanto tempo você não diz para a pessoa que vive ao seu lado que gosta dela? A gente não recupera tempo perdido. Mas podemos decidir não perder mais. Vamos amar os corações que nos cercam e tentar alcançar novamente aqueles que se distanciaram. Há sempre tempo para se amar. E se não houvesse, o próprio amor seria capaz de inventar.
publicado por pensamentoslucena às 08:18

Novembro 28 2011

 

 

 

 

O que seria a alegria se não tivéssemos nem um momento de dificuldade? É verdade que quando estamos tristes dá vontade de desistir, perdemos a esperança, choramos, nos fechamos para o mundo. Pare um pouco e lembre-se de todas as vezes que você caiu; sempre havia um dia seguinte, um outro e um outro. Algumas vezes, você sentiu uma mão amiga te levantando. Outras vezes, você respirou fundo e levantou sozinho, com vontade de tentar mais uma vez. O importante é saber que sempre após a queda, ainda que demore um pouquinho ou um pouco mais de tempo, você se levanta, mesmo quando acredita que todas as suas forças se extinguiram e que o mundo acabou com elas. Neste momento, você percebe a importância das amizades, da esperança, da força de vontade, do querer, do buscar, do acreditar. Acreditar em um mundo melhor, acreditar em amor eterno, em amor fraterno. Acreditar em paz e respeito pelo planeta e pelo ser humano. Acreditar também no poder de um sorriso e de uma ajuda sem pedir nada em troca. E que tem uma pessoa lá em cima, olhando por você. Provavelmente, você caia de novo mas, tenho certeza, também vai alcançar o topo de muitas montanhas. O bom de tudo isso é que você vai acumulando experiência e se tornando uma pessoa melhor. Os maiores ensinamentos da vida estão nos becos escuros, onde parece não ter nada. Tenha sensibilidade e paciência para saber encontrá-los. O mundo, com as suas diferenças e semelhanças, funciona em um ciclo perfeito de vida em que todos têm a chance de buscar a felicidade e alcançá-la. Obstáculos sempre existirão, e pessoas com más intenções estarão a sua volta. É inevitável que as pedras estejam em nosso caminho. O diferencial aqui é saber lidar com tudo isso da melhor forma possível, para que você não saia ferido. Saber tirar proveito destas situações, aprendendo com elas; isso poderá tornar a sua vida muito mais fácil e gratificante.
 
 Marília Zanim
publicado por pensamentoslucena às 11:41

Novembro 28 2011

 

 

AS CARACTERÍSTICAS DE UMA OVELHA

 

Jesus nos comparou com ovelhas. Sempre vemos isto, mas nunca paramos para estudar as características de uma ovelha. Quero falar de algo muito simples, mas algo essencial para nossa vida com Deus.

 

A primeira coisa que precisamos aprender é que existem muitos pastores por aí que pensam que as ovelhas são suas. Em um seminário a primeira coisa que deveríamos aprender é que isto não é verdade.

 

As ovelhas não pertencem aos pastores. Elas têm um dono, um proprietário alguém que as ama, alguém que dá a sua vida pelas ovelhas. Enquanto os pastores não descobrirem isto, as divisões nas igrejas serão constantes. Nós pertencemos a Jesus, supremo pastor, aquele que deu a vida por nós, então não podemos ultrapassar esta linha.

 

A segunda coisa é que precisamos ter características de ovelhas, não de bodes, cobras ou leão. Ovelha parece com ovelha.

 

Queremos falar de três características importantes que poderão mudar sua vida e distinguir se você é uma ovelha ou um bode.

 

Lembrando que se você se não se enquadrar nestas características, não é uma situação desesperadora, pois nós temos um Deus que criou todas as coisas, bodes e ovelhas, ele pode muito bem transformar bodes em ovelhas.

 

1º) – Deus criou todos os animais. Todos eles foram criados com uma defesa especial. A cobra, o cachorro, o leão, todos têm defesas, mas a ovelha é o único animal terreno que não possui defesa alguma, ela é totalmente vulnerável, ela fica no fim da cadeia alimentar, não se defende, não tem habilidades de luta.

 

Isto é muito interessante pois começamos a descobrir que somos totalmente dependentes do nosso Pastor, totalmente dependentes de Jesus. Quando a Bíblia diz que ele deu a vida por suas ovelhas, é porque se alguém não fizesse isto todas as ovelhas estariam perdidas, pois não têm como se defender sozinhas.

 

Seria muito bom se esta característica fosse evidente em nós, pois sempre queremos nos defender, sempre a nossa justiça própria quer prevalecer, sempre achamos que estamos certos, e lutamos por isto até o fim. Isto acontece com todos nós. Muitas vezes parecemos mais com cobras do que com ovelhas, é só alguém pisar em nós que queremos picar, ou picamos mesmo, a Bíblia diz que Ele é quem nos defende, quem nos protege. Não podemos perder esta característica. Somos ovelhas e não cobras. A Bíblia diz que devemos lançar sobre Ele as nossas ansiedades pois Ele tem cuidado de nós.

 

Quando nos autodefendemos, estamos dizendo para o próprio Jesus: não preciso de ti, tua defesa não serve para mim, as tua decisões sobre meus problemas não são as melhores, tu não sabes o que é melhor para mim!

 

2º) – A ovelha produz lã o tempo todo. Desde que nasce, ela produz lã, quanto mais tosquiada mais ela produz, ela não para de fazer alguma coisa, ela não precisa de ninguém para dizer, produz, é algo natural dela, ela não precisa de nenhuma técnica nova, ela simplesmente produz, não para, não depende de nada para isto, ela está sempre gerando alguma coisa, ela frutifica sempre. Em outras palavras, elas entendem o principio de transbordar, ganhar vidas, falar de Jesus, viver Jesus, tomar iniciativa, não ficar parada, não esperar as coisas acontecerem, fazer as coisas acontecerem.

 

Seus dons e talentos não servem para você, eles servem para Deus e para os outros. Quem pensa que é dono de seus talentos está redondamente enganado. Tudo o que Deus lhe deu é para gerar mais vidas, é para edificar o corpo de Cristo.

 

3º) – As ovelhas não comem qualquer coisa, elas não se alimentam de porcaria. Você sabe como são chamados os bodes no interior? São chamados de lixeiros do sertão, pois tudo que vem na frente deles eles comem, tudo que parece ser apetitoso. Comem latas, comem plásticos, qualquer coisa. Uma ovelha come capim, o capim precisa estar novo, precisa está fresquinho, precisa estar bom, Não come qualquer porcaria, não fica atrás de todo tipo de alimento, aparece uma novidade ali e já corre para ver o que é, já quer experimentar, nem sabe de onde veio, nem sabe quem produziu, não sabe se vai fazer bem ou mal, já vai comendo. Isto não é normal de uma ovelha, Deus sempre tem algo novo para você, fresquinho, mas só existe uma fonte, a Palavra. Uma fonte não pode jorrar água suja ou limpa. A palavra só tem água limpa.

 

4º) – “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço, e elas me seguem”.

 

Esta é a mais importante característica de uma ovelha. Escutar a voz do Senhor.

           

Conversando com um irmão da igreja, ele me contou uma história interessante: Um amigo dele esteve na África e estando ali viu um grande lago onde muitos animais iam beber água. De repente, chegou um pastor com umas duzentas ovelhas e elas começaram a beber, depois chegou outro pastor, então o irmão falou meu Deus como ele vai saber quais são as ovelhas dele? Depois chegou mais um, com mais uma quantidade de ovelhas, então percebi que os pastores ficaram conversando enquanto as ovelhas bebiam. Daqui a pouco foi saindo um por um, e as ovelhas escutaram a voz de cada pastor chamando-as e cada rebanho seguiu ao seu pastor, sem se misturar.

 

Muitas vezes escutamos a voz de Deus, mas não seguimos. Deus está gritando em nossos ouvidos, faz isto, vai para lá, vem para cá e não seguimos, então não adianta simplesmente escutar. Muitos dizem, Estou esperando Deus falar comigo, e Deus já está falando, está usando esta palavra, está usando o pastor da igreja, está usando um irmão, mas ele não toma uma atitude, pois está escutando a voz de Deus, mas não está entendendo, não a segue.

 

Precisamos ser conhecidos por ele, fazer parte das ovelhas dele. Ele nós conhece, conhece todas as nossas características e muitas vezes é necessário tomarmos certas atitudes para nosso bem.

Seguir, não só escutar, mas conhecer, e seguir. O Filho de Deus não fica confundido, ele sabe, ele discerne. A Palavra diz que o espiritual discerne bem tudo e ele mesmo não é discernido por ninguém.

 

Esta última característica: Ele sabia que seria difícil para nós, ele sabia que precisaria fazer um sacrifício para entendermos verdadeiramente o que Ele queria de nós.

 

Isaias 53:7: “Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca”.

 

A ovelha é o único animal que não faz barulho para morrer, não reclama quando precisa ser sacrificada, não reclama das circunstâncias, não se irrita, não tenta fugir.

 

Fica calada, calada. Ainda precisamos aprender muito com as ovelhas.

publicado por pensamentoslucena às 10:59

Pensamentos, reflexões e otimismo para seu dia!!!
mais sobre mim
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
14
15
19

20
25
26

27


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO

Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: