Pensamentos

Abril 25 2012

 

 

Dizem que passado o terremoto de Lisboa (1755),o Rei perguntou ao General o que se havia de fazer. Ele respondeu ao Rei: "Sepultar os mortos, cuidar dos vivos e fechar os portos". Essa resposta simples, franca e direta tem muito a nos ensinar. Muitas vezes temos em nossa vida "terremotos" avassaladores, como o de Lisboa no século XVIII. A catástrofe é tão grande que muitas vezes perdemos a capacidade de raciocinar de forma simples, objetiva Todos nós estamos sujeitos a "terremotos" na vida. O que fazer? Exatamente o que disse o General: "Sepultar os mortos, cuidar dos vivos e fechar os portos". E o que isso quer dizer para a nossa vida? Sepultar os mortos significa que não adianta ficar reclamando e chorando o passado. É preciso "sepultar" o passado. Colocá-lo debaixo da terra. Isso significa "esquecer" o passado. Cuidar dos vivos significa que, depois de enterrar o passado, em seguida temos que cuidar do presente. Cuidar do que ficou vivo. Cuidar do que sobrou. Cuidar do que realmente existe. Fazer o que tiver que ser feito para salvar o que restou do terremoto. Fechar os portos significa não deixar as "portas" abertas para que novos problemas possam surgir ou "vir de fora" enquanto estamos cuidando dos vivos e salvando o que restou do terremoto de nossa vida. Significa manter o foco no "cuidar dos vivos". Significa concentrar-se na reconstrução, no novo Portanto, quando você enfrentar um terremoto, não se esqueça: enterre os mortos, cuide dos vivos e feche os portos. (autoria desconhecida)

publicado por pensamentoslucena às 13:21

Abril 25 2012

 

 


Uma pessoa não pode descobrir novas terras sem primeiramente se consentir em não ver terra por um longo período de tempo. André Gide


Ao invés de fazer aquilo que é fácil, faça o que é melhor. Fazer o que é fácil às custas daquilo que é melhor, fatalmente lhe roubará experiências desafiadoras e valiosas realizações.

É fácil observar, mas é muito melhor participar. É fácil reclamar, porém, é muito melhor tomar uma atitude positiva. É fácil receber, mas é muito melhor dar. Qual poderia ser outra alternativa melhor do que esta? Fazer apenas o que é fácil, fatalmente, irá levá-lo ao encontro a enormes dificuldades. Mas fazer aquilo que é melhor irá trazer-lhe uma vida de plena satisfação. Com todas as decisões que lhe surgem pela frente, tenha em mente que optar pela trilha mais fácil pode muito bem ser a direção que lhe impeça de tomar aquela que seria a melhor decisão.

Esforço, disciplina e foco são privilégios e não punição. Faça o uso de todas as habilidades que Deus lhe deu, mas sempre faça a sua opção pelo melhor.


NDS


Para Meditação:


Ó Senhor, Deus dos Exércitos, quem é poderoso como tu és, Senhor, com a tua fidelidade ao redor de ti? Salmos 89.8

publicado por pensamentoslucena às 12:49

Abril 25 2012

 

 

 


A não ser que você tente fazer algo além daquilo que já fez, você nunca irá crescer. Ronald Osborn


Não existe limite na quantidade de encorajamento que você possa oferecer. Não há limite na esperança que você pode sentir. Não existe limite na quantidade de fé que pode estar presente em seu coração.

 

Não existe limite em quão positivo você venha a se tornar. Não existe limite para as coisas significativas que você pode criar mediante sua dependência de Deus, seus pensamentos, suas ações. Não há limite na quantidade de amor que você possa dar, nem na quantidade de amor que possa receber.

 

As coisas de genuíno valor e substância nesta vida não têm limites. Elas são suas para que você as experimente a cada momento, em cada circunstância, não importa o que as pessoas façam ou venham a dizer. Algumas limitações são impostas a você pelo mundo em que você vive. Outras são impostas por você mesmo. No entanto, mediante os recursos que Deus lhe deu ao criá-lo, os limites não têm limites. Experimente-os em abundância e encha a sua vida de alegria e propósito.


NDS


Para Meditação:


...tudo posso naquele que me fortalece. Filipenses 4:13

publicado por pensamentoslucena às 12:27

Abril 25 2012

 

 

O homem é o animal mais fácil de domar. Ele é facilmente enganado e seduzido por coisas superficiais como a beleza, a fama, o dinheiro, a reputação e o poder. Às vezes parecem tolos e, mesmo que se esforcem, não conseguem enxergar as coisas que acontecem à sua volta. A convivência do homem com o poder acaba lhe proporcionando todas as demais tentações. O requinte atrai a beleza. A escalada rumo a ascensão natural traz a fama que, às vezes, embriaga e proporciona o assédio e a bajulação! Nasce, então, o elogio fácil! O poder alivia mágoas, elimina frustrações, massageia o ego, satisfaz o espírito, dá garantias, segurança, encobre situações e mascara as até então transparentes verdades do homem. Todos os sintomas desse realismo fantástico podem, no entanto, ser medido e constatado quando o poder se vai. Não são muitos os homens que sabem conviver com o fascínio resultante do poder. Em menor quantidade são aqueles que sabem perde-lo! No auge, são poucos os homens que conservam os seus hábitos, as suas amizades e sentam-se à mesa como simples mortais. Felizes desses, porque serão sempre brindados pelos amigos que conquistaram, quando o poder se for. E o poder se vai! Quando o poder se vai, curiosamente vão-se os ‘amigos’ e com eles toda uma legião de oportunistas. Vale lembrar que, na gangorra dessa vida, um dia se sobe e no outro se desce. Essa alternância que a vida estabelece proporciona ao povo conhecer o verdadeiro caráter de um homem que teve o poder nas mãos. Proporciona também, e principalmente, ao homem avaliar as pessoas que vivem ao seu lado e à sua volta.
 
 
 
(Ferreira Leite)
publicado por pensamentoslucena às 12:06

Abril 25 2012

 

 

 

As vezes passamos a vida tentando ser alguem que não somos... as vezes nos esquecemos de como ser felizes... de como olhar para nosso coração apenas com olhos bons e suaves... as vezes deixamos de sorrir por preconceitos pessoais por imaginarmos que a felicidade é algo que precisa de regras e caminhos estruturados... quanto tempo perdemos quando temos medo... medo de sentir... medo de Ser... medo de apenas olhar o mundo com os olhos do coração... a vida é tão pequena tão simples e tão facil de viver... e invariavelmente a transformamos num cavalo de batalha... quando podemos acordar sentir o sol em nosso corpo e respirar... sentimos uma faisca divina e podemos novamente acreditar....
publicado por pensamentoslucena às 11:58

Abril 25 2012


 

 

Não precisa parar agora, nem pensar em desistir, basta virar o leme da vida e tomar outra direção. Parece que é o mais óbvio, o mais simples, mas o mais simples é justamente o que não enxergamos, ou pior, aquilo que não queremos ver. Quantos são os valentes que largam tudo o que vem dando errado e recomeçam do zero em outra atividade, em outro lugar, com outras pessoas? Quantos você conhece que deixaram a posição, o status, o cargo para recomeçar onde realmente gostariam de estar? Quem desiste do amor que faz sofrer, antes da dor queimar a alma como tortura silenciosa? Quem tem coragem de acolher uma família doente e desconhecida em sua própria casa? Quem pode nestes dias de desenganos colocar os sonhos nas mãos de terceiros? Quem é humilde o suficiente para oferecer verdadeiramente a outra face? A resposta para as dores que se acumulam em seu peito estão ai mesmo, dentro de você, prontas para serem utilizadas para o bem ou para o mal. Se o seu tormento é o medo, encare a sua vida, não o mal que o mundo pode te causar, abra a janela, veja o sol, observe a grandeza da vida, observe o seu poder de escolhas, ninguém é maior que você. Se você anda fugindo do contato com as pessoas, pense em quantos estão assim também, buscando uma palavra amiga, um gesto de carinho, um olhar igual ao seu. Não seja egoísta, não se tranque, divida o que é seu, mesmo que sejam dores, aflições e preocupações, ainda assim, é melhor te ver dividindo, que se omitindo da vida. E, para finalizar, o mais importante: nunca deixe de sonhar! Por maiores que sejam os espinhos, as dificuldades e as dores, ainda assim, nada é mais certo que a vitória dos que não desistem de sonhar.

 

 

* Paulo Roberto Gaefke *

publicado por pensamentoslucena às 11:08

Abril 25 2012

 

 

Aprende com o silêncio a ouvir os sons interiores da sua alma, a calar-se nas discussões e assim evitar tragédias e desafetos, aprende com o silêncio a respeitar a opinião dos outros, por mais contrária que seja da sua, aprende com o silêncio a aceitar alguns fatos que você provocou, a ser humilde deixando o orgulho gritar lá fora, aprende com o silêncio a reparar nas coisas mais simples, valorizar o que é belo, ouvir o que faz algum sentido, evitar reclamações vazias e sem sentido, aprende com o silêncio que a solidão não é o pior castigo, existem companhias bem piores.... Aprende com o silêncio que a vida é boa, que nós só precisamos olhar para o lado certo, ouvir a música certa, ler o livro certo, que pode ser qualquer livro, desde que você o leia até o fim. Aprende com o silêncio que tudo tem um ciclo, como as marés que insistem em ir e voltar, os pássaros que migram e voltam ao mesmo lugar, como a Terra que faz a volta completa sobre o seu próprio eixo, complete a sua tarefa. Aprende com o silêncio a respeitar a sua vida, valorizar o seu dia, enxergar em você as qualidades que você possui, equilibrar os defeitos que você tem e sabe que precisa corrigir e enxergar aqueles que você ainda não descobriu . Aprende com o silêncio a relaxar, mesmo no pior trânsito, na maior das cobranças, na briga mais acalorada, na discussão entre familiares, aprende com o silêncio a respeitar o seu "eu", a valorizar o ser humano que você é, a respeitar o Templo que é o seu corpo, e o santuário que é a sua vida. Aprende hoje com o silêncio, que gritar não traz respeito, que ouvir ainda é melhor que muito falar, e em respeito a você, eu me calo, me silencio, para que você possa ouvir o seu interior que quer lhe falar, desejar-lhe um dia vitorioso e confirmar que você é especial.
 
 
Paulo Roberto Gaefke
publicado por pensamentoslucena às 10:57

Abril 25 2012

 

 

O tempo é sempre neutro, mas o passar das horas pode cobrar muito mais daqueles que vivem de lamentações, tristes e melancólicos. Parece que a tristeza é um desrespeito para com a exuberância da vida. Você já reparou que até as coisas mais simples nesta vida são explosões de cores, de inteligência, de beleza, de força e outras, de pura simplicidade? Note que a simples gota de água traz em si mesma a fonte da própria vida, o renascer, o regenerar-se, o reviver. O mar encerra em sua grandeza alimento, equílibrio, prazer, trabalho, caminho, estrada aberta aos que sonham com liberdade. A Lua, além da inspiração permanente aos poetas e apaixonados, desempenha importante papel no plano gravitacional da Terra. O humilde beija flor trabalha incessantemente carregando pólem e semeando vida por todos os lados, e o tempo continua sua marcha implacável, tic, tac, tic, tac... Note que a vida explode em tarefas por todos os lados, a natureza pede trabalho e todo o trabalho é realizado melhor com a alegria, com o prazer de se fazer o que gosta. Assim, o tempo é uma festa para os que vivem com alegria, para aqueles que celebram a vida diariamente, independentemente de suas condições sociais, do grau cultural, intelecto ou vida amorosa, porque o bem estar é pessoal, independe de outras pessoas, independe de companhia. Então, o tempo é neutro, mas é muito mais amigo dos que vivem com alegria, e as marcas que ele traz, são lindas nos nossos idosos que dançam aos 90 anos, e são rugas horrorosas nas pessoas de 40 que fazem da sua própria vida um mar de infelicidade e dor. O tempo é reflexo da alegria de se viver de bem consigo mesmo, e a alegria, reflexo do tempo que usamos para viver de bem com a vida, a cada dia, todos os dias.
 
 
* Paulo Roberto Gaefke *
publicado por pensamentoslucena às 10:14

Pensamentos, reflexões e otimismo para seu dia!!!
mais sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
21

22
28

29
30


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO