Pensamentos

Agosto 06 2012

 

 

 

 

Um jovem foi procurar um sábio, e lhe pediu um conselho para orientar sua vida.

Este o conduziu até a janela e perguntou-lhe:
- O que vês através dos vidros?
- Vejo homens que vão e vêm, e um cego pedindo esmolas na rua. Então o sábio mostrou-lhe um grande espelho e novamente o interrogou:
- Olha neste espelho e dize-me agora o que vês.
- Vejo-me a mim mesmo.
- E já não vês os outros!...

...Repara que a janela e o espelho são ambos feitos da mesma matéria prima, o vidro; mas no espelho, porque há uma fina camada de prata colada a vidro, não vês nele mais do que a tua pessoa.

Deves comparar- te a estas duas espécies de vidro. Pobre,  vias os outros e tinhas compaixão por eles. Coberto de prata - rico - vês apenas a ti mesmo. Sê vales alguma coisa, quando tiveres coragem de arrancar o revestimento de prata que tapa os olhos, para  poderes de novo ver e amar aos outros.

publicado por pensamentoslucena às 13:24

Agosto 06 2012

 

 

 

 

 

 

Quando teu filho te procurar com o olhar, OLHA-O.

Quando te estender os braços, ABRAÇA-O.
Quando te procurar com tua boca, BEIJA-O.

Quando quiser te falar, ESCUTA-O.
Quando se sentir desamparado, AMPARA-O.

Quando se sentir só, ACOMPANHA-O.
Quando se sentir triste, CONSOLA-O.

Quando te pedir para deixá-lo, DEIXA-O.
Quando te pedir para voltar, RECEBE-O.

Quando estiver no esforço, ANIMA-O.
Quando estiver no fracasso, PROTEGE-O.

Quando perder toda a esperança, ALENTA-O...
É NOSSA MISSÃO...

publicado por pensamentoslucena às 13:04

Agosto 06 2012

 

 

 

 

 

A alegria que se demonstra é força contra a tristeza e o medo...
Ao abrir-se num sorriso, você encaminha alegria em direção aos
outros e também a si mesmo...

É como se dissesse estar contente consigo mesmo, com a vida, com os outros e com Deus...

O sorriso que vem do mais profundo sustenta a mente, à semelhança do combustível que sustenta o motor...

Por isso, não se feche nem seja indiferente ao sorriso dos outros...

Eles demonstram uma alegria que precisa encontrar ressonância para continuar existindo...
Sorrir é mostrar que vale a pena viver...

(Extraído do livro OTIMISMO TODO DIA)

publicado por pensamentoslucena às 12:26
Tags:

Agosto 06 2012

 

 

 

 

 

Cuidado com a hora vazia, sem objetivo, sem atividade. Nesse espaço, a mente engendra mecanismos de evasão e delira. Cabeça ociosa é perigo a vista.

Grandes males são maquinados quando se dispõe de espaço mental em aberto. Se, por alguma circunstância, surge-te uma hora vazia, preenche-a com uma leitura salutar, ou uma conversação positiva, ou um trabalho que aguarda oportunidade para execução, ou uma ação que te proporcione prazer.

O homem, quanto mais preenche os espaços mentais com as idéias do bem, mediante o estudo, a ação ou a reflexão, mais aumenta a sua capacidade e conquista mais amplos recursos para o progresso.

Estabelece um programa de realizações e visitas para os teus
intervalos mentais, as tuas horas vazias, e te enriquecerás de desconhecidos tesouros de alegria e paz.

Hora vazia, nunca!

publicado por pensamentoslucena às 12:03

Agosto 06 2012

 

 

 

 

 

- Mantenha sempre viva a esperança em seu coração.

2ª - Acredite... Nunca deixe de acreditar! A maré sempre volta.

3ª - Dê-se conta que dentro de você existe um potencial bem maior do       que você suspeita.

4ª - Ouse ser o que você deseja e pode ser.

5ª - Saiba que às vezes é necessário aceitar um "não" como resposta.

6ª - Dê o melhor de si e deixe o resto nas mãos de Deus.

7ª - Risque as palavras falta, perda e limitação do seu dicionário.

8ª - Mantenha a imagem da vida que deseja e faça com que essa imagem se torne um fato.

9ª - Esforce-se sempre! Continue tentando.

10ª - Lembre-se que QUERER É PODER, mas não esqueça da oração. Ela é uma fonte de força. 
              

publicado por pensamentoslucena às 11:51

Agosto 06 2012

 

 

 

Um homem vivia à beira de uma estrada e vendia cachorro quente. Ele não tinha rádio, televisão e nem lia jornais, mas produzia e vendia bons cachorros quentes. Ele se preocupava com a divulgação do seu negócio e colocava cartazes pela estrada, oferecia o seu produto em voz alta e o povo comprava.

As vendas foram aumentando e cada vez mais ele comprava o melhor pão e a melhor salsicha. Foi necessário também adquirir um fogão maior para atender à grande quantidade de fregueses e o negócio prosperava... Seu cachorro quente era o melhor de toda região! Vencedor, ele conseguiu pagar uma boa escola ao filho.

O menino cresceu e foi estudar Economia numa das melhores faculdades do país. Finalmente, o filho, já formado, voltou para casa, notou que o pai continuava com a vidinha de sempre e teve uma séria conversa com ele:

-- Pai, então você não ouve rádio? Você não vê televisão e não lê os jornais? Há uma grande crise no mundo. A situação do nosso país é crítica. Está tudo ruim. O Brasil vai quebrar. Depois de ouvir as considerações do filho estudado, o pai pensou: "Bem, se meu filho estudou Economia, lê jornais, vê televisão, então só pode estar com a razão."

Com medo da crise, o pai procurou um fornecedor de pão mais barato (e, é claro, o pior) e começou a comprar salsicha mais barata (que era, também, a pior). Para economizar, parou de fazer seus cartazes de propaganda na estrada. Abatido pela notícia da crise, já não oferecia o seu produto em voz alta...
Tomadas todas essas "providências", as vendas começaram a cair e foram caindo, caindo, e chegaram a níveis insuportáveis. O
negócio de cachorro quente do velho, que antes gerava recursos até para fazer o filho estudar Economia, quebrou.

O pai, triste, então falou para o filho.
- Você estava certo, meu filho, nós estamos no meio de uma grande crise.

E comentou com os amigos, orgulhoso:
- Bendita a hora em que eu fiz meu filho estudar Economia. Ele me avisou da crise...

Luiz Almeida Marins Filho.

publicado por pensamentoslucena às 11:45
Tags:

Agosto 06 2012

 

 

 

 

Um fazendeiro, que lutava com muitas  dificuldades, possuía alguns cavalos para ajudar nos trabalhos em sua pequena fazenda. Um dia, seu capataz veio trazer  a notícia de que um dos cavalos havia caído num velho poço abandonado.

O poço era muito profundo e seria extremamente difícil tirar o cavalo de lá. O fazendeiro foi rapidamente até o local do acidente, avaliou a situação, certificando-se que o animal não se havia machucado.  Mas, pela dificuldade e alto custo para retirá-lo do fundo do poço, achou que não valia a pena investir na operação de resgate. Tomou, então, a difícil decisão: Determinou ao capataz que sacrificasse o animal jogando terra no poço até enterrá-lo, ali mesmo.

E assim foi feito: Os empregados, comandados pelo capataz, começaram a lançar terra para dentro do buraco de forma a cobrir o cavalo. Mas, à medida que a terra caía em seu dorso, o animal a sacudia e ela ia se acumulando no fundo, possibilitando ao cavalo ir subindo.

Logo os homens perceberam que o cavalo não se deixava enterrar, mas, ao contrário, estava subindo à medida que a terra enchia o poço, até que, finalmente, conseguiu sair!

MORAL DA HISTÓRIA: Se você estiver "lá embaixo", sentindo-se pouco valorizado, quando, certos de seu "desaparecimento", os outros jogarem sobre você a terra da incompreensão, da falta de oportunidade e de apoio, lembre-se do cavalo desta história. Não aceite a terra que jogaram  sobre você, sacuda-a e suba sobre ela. E quanto mais jogarem, mais você  vai subindo...

publicado por pensamentoslucena às 10:45
Tags:

Pensamentos, reflexões e otimismo para seu dia!!!
mais sobre mim
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
18

19
25

26


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO