Pensamentos

Agosto 14 2012

 

 

 

O primeiro passo é: goste de si mesmo. Gostar de si mesmo é o mais  importante ingrediente da autoconfiança. Pessoas que se amam são alegres e  otimistas, sentem-se bem consigo mesmas, e os outros gostam de estar com
elas.

O segundo passo: escolha seus pensamentos. Você é a soma total dos seus  pensamentos; E a diferença entre um otimista e um pessimista está no que  cada um escolhe como centro do pensamento. Em todos os momentos, você
tem a liberdade de escolher que pensamentos vai conservar e quais vai  dispensar. Por isso, toda vez que se sentir deprimido, desanimado ou  pessimista, mude a direção de seu trem de pensamentos imediatamente. É  simples: diga não aos pensamentos negativos e procure outros que possam  criar um estado de otimismo e alegria.

O terceiro passo para a autoconfiança é: observe as pessoas confiantes.  Tente descobrir como elas conseguiram, observe suas características, preste  atenção ao modo como falam e se comportam. Procure-as, ouça-as, imite-as...

O quarto passo é: escolha as influências. Você sabe que está exposto a influências e opiniões de todos os tipos e isso é algo que não se pode evitar. O  importante é estar consciente do que o influencia e saber a quais influências
quer se expor. Inunde sua mente com idéias e pensamentos mais animadores  e positivos que puder encontrar. Comece a cortar e filtrar pontos de vistas  negativos e pessimistas que ouvir. Desenvolva imunidade ao pessimismo, de  modo a não absorvê-lo.

E, finalmente o quinto passo para a autoconfiança: cuidado com as  comparações. A maneira mais rápida de acabar com a autoconfiança é  comparar-se a pessoas erradas. Por isso, não coloque ninguém num pedestal.  Não se ache inferior a ninguém. Esqueça as comparações e escolha alguém  apenas para servir de modelo, uma pessoa que tenha qualidades e  características que você admira e que poderá ensinar a você alguma coisa. 
 

adaptado do livro de Fiona Harrold, “Seja o treinador de sua vida”, Ed. Best Seller

publicado por pensamentoslucena às 13:38

Agosto 14 2012

 

 

 

 

 

Fracassamos...

Quando visualizamos a derrota antes da batalha.
Quando abandonamos a luta com medo da discórdia.
Quando ouvimos o Não antes da pergunta.
Quando silenciamos com medo da resposta.

Fracassamos...

Quando o dia amanhece na hora em que deitamos.
Quando o sono vem e não nos entregamos.
Quando o medo de sonhar se transforma em pesadelo.
Quando a vida se dilui na busca que fazemos.

Fracassamos...

Quando a chave da verdade abre as portas da mentira.
Quando lamentamos na chegada a hora da partida.
Quando o Amor vai a leilão no martelo da cobiça.

Mas fracassamos, ainda mais...
Quando choramos a morte diante da vida.


Maria Teresinha Debatin, em “As muitas faces de
um sujeito chamado eu”

publicado por pensamentoslucena às 13:34

Agosto 14 2012

 

 

 

 

Você já teve de lidar com aquele tipo de pessoa que chega à sua casa e não sabe a hora de ir embora.  Precisamos ser capazes de lidar com essas pessoas sem nos estressar e sem sentir constrangimento em dizer: “isso não é conveniente”... 

Outros tem o hábito de monopolizar nosso tempo. Não devemos confundir auto-sacrifício com polidez.

Algumas pessoas se sentem felizes da vida em aborrecê-lo com histórias sem fim e que você já ouviu pelo menos uma dúzia de vezes.
Tenha respeito por seu próprio tempo e, sendo polido, sinta-se à vontade para dizer a verdade claramente...

Em poucas palavras: se os outros não o respeitam, monopolizam o seu tempo ou descarregam tudo em cima de você, pergunte a si mesmo: “o que estou fazendo para encorajar as pessoas a me tratarem assim?”. Se quiser que elas mudem, você terá que mudar primeiro.

Andrew Matthews, no livro "Faça Amigos"

publicado por pensamentoslucena às 12:41

Agosto 14 2012

 

 

 

 

Permanecer no topo é, com freqüência, mais difícil do que chegar lá em primeiro lugar.

Ser líder implica enormes responsabilidades, desafios e vulnerabilidade. Trata-se de uma posição que deve ser encarada com confiança e uma certa dose de humildade.

Só porque você é um vencedor hoje, não significa que o será pelo resto da vida. Só porque você conquistou grandes coisas, não fica imune ao fracasso. Desfrute a vitória, deixe-se abraçar pela glória, e então ache um desafio ainda maior. Leve sua visão para um novo patamar e veja coisas que jamais foram vistas.

Não tem sentido vencer se isso o torna complacente em relação às novas realizações que você deve empreender. Veja cada conquista como um passo no caminho que leva a coisas maiores. Respire fundo e volte à corrida enquanto seu ímpeto está ainda forte.

Quando você se torna líder, o desafio está apenas começando. Esteja à altura do desafio e suas possibilidades serão extraordinárias.

publicado por pensamentoslucena às 12:25

Agosto 14 2012

 

 

 

Viva intensamente a aurora de cada dia. Faça de cada momento um devaneio contínuo.Torne-se mais e mais forte.  Sonhee conquiste seus sonhos. Acorde a cadaamanhecer, com a certeza de que tudo poderá acontecer.

Sorria
e consiga todos os bens que o sorriso pode lhe dar pois sempre que você sorrir uma estrela há de brilhar. Supere-seSeja melhor do que você já é conquiste superioridade a cada dia.Faça tudo o que você quiser.

Brilhee seja brilhante até nos passos em falso que a vida dá.Tente, tente até conseguir o que quer, brilhe o máximo que você puder.Amepois o amor é fundamental.Tenha sempre alguém ao seu lado no caminho pois, como dizia o poeta:
"É impossível ser feliz sozinho(a)!"  

 

Ivete Tayar

publicado por pensamentoslucena às 12:04
Tags:

Agosto 14 2012

 

 

 

 

Todos nós, uma vez ou outra, sentimos medo. O medo é um sentimento que aniquila, fragiliza, embota nossos talentos, aprisiona nossa alma e tolhe nossa iniciativa. Qualquer situação desconhecida apresenta duas possibilidades de resultado quando a enfrentamos: ou saímos dela bem-sucedidos ou fracassamos. 

O medo nada mais é do que a fixação na derrota, a recusa da mente em considerar a possibilidade do bom resultado; a convicção neurótica de que, em hipótese alguma, seremos capazes de superar nossas limitações.

E, desta forma, muitos dos sonhos que alimentamos permanecem inatingíveis porque não nos permitimos transformar a fantasia em paredes, portas e janelas. Porém, a mudança de atitude é responsabilidade de cada um.

Ninguém pode assegurar sucesso, felicidade ou vitórias a ninguém - afinal, o risco sempre existe: podemos tentar e fracassar, apesar de todo o esforço.
No entanto, uma pergunta se impõem: o que vale mais - cem anos de segurança, resignação e frustrado ou um minuto de alegria e prazer?

Quem não arrisca fica protegido do perigo - mas, enquanto não pulamos o muro do medo, não sabemos o que existe do outro lado. Quem ousaria apostar que, ao invés do fim, não encontraremos lá o sentido de nossa vida?
Quem nos pode assegurar, sem medo de errar, que não nos aguarde lá - do outro lado do muro - o fim de nosso arco-íris, o nosso potinho de ouro? Quem?!

publicado por pensamentoslucena às 11:22

Agosto 14 2012

 

 

 

 

Você já reparou em quantas pessoas que já entraram na sua vida? o que elas fizeram por você ou mesmo o que você fez a elas... será que fomos um atalho, um desvio, uma estrada mas com um sinal de proibido em determinado ponto do caminho. Quantas pessoas tentaram descobrir quem realmente somos ou onde as nossas estradas os iriam  levar  e a gente os lançou fora desta via para sempre.

 

E por que será que existem determinadas pessoas que não se consegue apagar por mais que o tempo modifique a nossa mente. É aquela velha história: "tudo na vida passa... menos você"  -

Como explicar a saudade e a sua foto em  preto e branco que a gente visualiza como um filme colorido - apenas em nossa mente. Como admitir que as pessoas que estão conosco neste filme - nem sequer pensam em nós e nem ousam lembrar de nós? Estamos guardados ou até mesmo esquecidos em algum lugar - nas estantes do pensamento do passado. 

Os que nos trazem saudades boas, fizeram com que o amor se tornasse mais forte. Nos fizeram e nos farão para sempre acreditar nele. O pensar que é possível ser ingênuo, acreditar no amor, pois é uma coisa boa e todos merecem sentir no peito este queimor gostoso, com cheirinho de paz que só os que gostam demais conseguem sentir.  

Aos que nos fizeram chorar, a certeza de que nos tornaram mais maduros, mais fortes e mais conscientes dos nossos limites, dos limites do outros - enfim, nos fizeram amadurecer. 

 Ninguém merece ser uma pessoa amarga, ninguém merece perder o que há de bom... Todos merecem o melhor... portanto, ao invés de observar o que há de tão ruim - melhor seria ver as lições que isso nos traz. 
Se isso lhe fizer endurecer, lembrar que as pessoas são diferentes umas das outras e ninguém deve pagar pelo erro do outro ou pelos nossos próprios erros inconscientes. A gente tem que aprender que, por mais que a gente pense demais, da vida não sabemos... QUASE NADA!

(Roberta Leiane)

publicado por pensamentoslucena às 11:05

Agosto 14 2012

 

 

 

 

Eu percebia que meu comportamento aborrecia muito os meus pais, porém pouco me importava com isso. Desde que obtivesse o que queria, dava-me por satisfeito. Mas, é claro, se eu importunava e agredia as pessoas, estas passavam a tratar-me de igual maneira.
Cresci um pouco e um dia percebi que a situação era desconfortante. Preocupei-me, mas não sabia como me modificar.

O aprendizado aconteceu num domingo em que fui, com meus pais e meus irmãos, passar o dia no campo. Corremos e brincamos muito até que, para descansar um pouco, dirigi-me à margem do riacho que corria entre um pequeno bosque e os campos. Ali encontrei uma coisa que parecia uma pedra capaz de andar. Era uma tartaruga. Examinei-a com cuidado e quando me aproximei mais, o estranho animal encolheu-se e fechou-se dentro de sua casca. 

Foi o que bastou. Imediatamente decidi que ela devia sair para fora e, tomando um pedaço de galho, comecei a cutucar os orifícios que haviam na carapaça. Mas os meus esforços resultavam vãos e eu estava ficando, como sempre, impaciente e irritado.
Foi quando meu pai se aproximou de mim. Olhou por um instante o que eu estava fazendo e, em seguida, pondo-se de cócoras junto a mim, disse calmamente: "Meu filho, você está perdendo o seu tempo. Não vai conseguir nada, mesmo que fique um mês cutucando a tartaruga. Não é assim que se faz. Venha comigo e traga o bichinho."

Acompanhei-o. Ele se deteve perto da fogueira acesa e me disse: "Coloque a tartaruga aqui, não muito perto do fogo. Escolha um lugar morno e agradável."
Eu obedeci. Dentro de alguns minutos, sob a ação do leve calor, a tartaruga colocou a cabeça de fora e caminhou tranqüilamente em minha direção. Fiquei muito satisfeito e meu pai tornou a se dirigir a mim, observando:

"Filho, as pessoas podem ser comparadas às tartarugas. Ao lidar com elas, procure nunca empregar a força. O calor de um coração generoso pode, às vezes, levá-las a fazer exatamente o que queremos, sem que se aborreçam conosco e até, pelo contrário, com satisfação e espontaneidade."

publicado por pensamentoslucena às 10:34

Agosto 14 2012

 

 

 

Observando algumas formigas no jardim aqui de casa, percebi que todas seguiam uma mesma rota carregando folhas maiores que elas mesmas, mas, seguiam firme em direção ao formigueiro que descobri poucos passos adiante, o que para elas deveria representar uma grande viagem.  

De repente percebo que uma delas está com uma folha exageradamente grande nas costas, deveria ser pelo menos vinte vezes maior que ela, e seu esforço era notado a distância. Fiquei ali imaginando o orgulho dessa formiga presunçosa, carregando aquela folha gigantesca e como ela deveria estar ansiosa em mostrar a formiga rainha como ela era forte, como ela era capaz, quem sabe até ganharia uma promoção.

 

Enquanto a fila de formigas seguia em direção ao formigueiro, essa formiga girava em volta de si mesma, sem conseguir sair do lugar, seu esforço era tão grande que mal avançava um passo, voltava dois para trás, estava tão cega, tão entretida na sua luta de carregar aquele mundão nas costas que nem percebeu que todas as formigas largaram as folhas para escapar do pé de um menino que vinha correndo atrás de uma bola. 

As formigas escaparam por pouco, mas nossa amiguinha não teve a mesma sorte, morreu esmagada, agarrada a sua folha gigante.

Assim como a formiga, nós seres humanos inteligentes e sensíveis, vez em quando queremos carregar mais coisas em nossas costas que podemos suportar, os problemas dos outros, as dores do mundo e a ganância de querer sempre mais, de ser mais e melhor e quando acordamos para a realidade estamos esmagados pelo peso de nossa insensatez. 

Cuide mais de você, o dia passa, as pessoas passam, o tempo passa, mas você fica, você será a sua eterna companhia, todos podem até fugir de você, mas você não pode fugir desse encontro com você mesmo, com a sua paz interior, com a sua felicidade. Por amor a você, carregue apenas a sua mala, e de preferência, o mais vazia  possível!  




(Paulo Roberto Gaefke)

publicado por pensamentoslucena às 10:30

Pensamentos, reflexões e otimismo para seu dia!!!
mais sobre mim
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
18

19
25

26


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO