Pensamentos

Novembro 14 2012

 

 

 

 

 

 

Não nos é possível escapar das conseqüências de nossas ações e reações... Pois em princípio o que damos queremos também receber... E quando isso não acontece surge a decepção, a frustração e a sensação de desamor...

Sim, vive o ser humano a angústia de que ao dar felicidade deve receber felicidade...

Mas que se der tristeza, não deve receber tristeza e sim alegria e felicidade... E como em geral tudo em nossa vida, não é tão certo nem previsível, nem sempre a cada as qualidades e virtudes, de um, são devidamente valorizadas pelo outro... Sim, a vida não premia alguém por ser ou não ser o melhor, o mais inteligente, o mais dedicado, o mais correto, honesto ou justo...

A vida abre portas e janelas cabendo, a cada um, a escolha de por onde vai entrar... Ou sair...

E se alguns não alcançam o sonhado e desejado não se deve a destino ou a má sorte. Se deve a opções mal feitas ou erradas... A desvios que foram tomados e que os afastaram da estrada principal!

Pois nem sempre a melhor trilha é aquela mais curta ou aquela que está revestida por um maravilhoso asfalto! E uma estrada de barro ou de areia pode, muitas vezes, ser o melhor caminho...

Sim, ser ou não feliz não depende da sorte! Depende apenas de nós, de nossas ações, reações, opções e decisões...

De como valorizamos ou não pequenas coisas...

De como atuamos em relação a nós mesmos e aos outros... De como entendemos o que eles desejam e querem e de como nós agimos em relação ao que nós, também, desejamos e queremos... E mais nada!

 

 

ROBERTO ROMANELLI MAIA

publicado por pensamentoslucena às 11:28

Novembro 14 2012

 

 

 

O que separa corações não é a distância, é a indiferença. Há pessoas juntas estando separadas por milhares de quilômetros e outras separadas vivendo lado-a-lado. 

A indiferença mata lentamente, anula qualquer sentimento; e assim criamos distâncias quando estamos tão próximos. As pessoas se habituam tanto àquelas que convivem com elas que elas passam a não notá-las mais, a não dar mais importância. Mas, se quisermos transformar o mundo, comecemos por transformar a nós mesmos. Se quisermos entrar em combates para melhorar algo para o futuro, que esse combate comece dentro da nossa própria casa. Precisamos olhar os que estão ao nosso lado sempre com olhos novos. Comunicar mais, destruir mais barreiras e construir mais pontes.

A melhor maneira de acabar com a indiferença de uma pessoa em relação a nós é amá-la.

Não permita que pessoas ao seu lado morram de solidão! Não permita que elas sintam-se melhor fora de casa que dentro dela!

Dê atenção, dê do seu próprio tempo!

Converse mais.

Quanto tempo você não diz para a pessoa que vive ao seu lado que gosta dela? A gente não recupera tempo perdido. Mas podemos decidir não perder mais. Vamos amar os corações que nos cercam e tentar alcançar novamente aqueles que se distanciaram.

Há sempre tempo para se amar. E se não houvesse, o próprio amor seria capaz de inventar.

publicado por pensamentoslucena às 11:10

Novembro 14 2012

 

 

“Use vírgulas para separar as experiências boas das más. Reticências para quem lhe faltou em alguma situação. Salpique exclamações na sua vida. Abuse das interjeições de felicidade. Faça uma revisão nos seus sonhos. Tome decisões com letra maiúscula. E coloque ponto final na tristeza.“

publicado por pensamentoslucena às 10:43

Novembro 14 2012

 

 

 

Você se considera uma pessoa idosa, ou velha?

Idosa é uma pessoa que tem muita idade. Velha é a pessoa que perdeu a jovialidade.

Você é idoso quando sonha. É velho quando apenas dorme.

Você é idoso quando seu calendário tem amanhãs. É velho quando seu calendário só tem ontens. O idoso é aquela pessoa que tem tido a felicidade de viver uma longa vida produtiva, de ter adquirido uma grande experiência.

O idoso tem planos. O velho tem saudades.

O idoso se moderniza, dialoga com a juventude, procura compreender os novos tempos. O velho se emperra no seu tempo, se fecha em sua ostra e recusa a modernidade.

O idoso leva uma vida ativa, plena de projetos e de esperanças. Para ele o tempo passa rápido, mas a velhice nunca chega. O velho cochila no vazio de sua vida e suas horas se arrastam destituídas de sentido.

As rugas do idoso são bonitas porque foram marcadas pelo sorriso. As rugas do velho são feias porque foram vincadas pela amargura.

Em resumo, idoso e velho, são duas pessoas que até podem ter a mesma idade no cartório, mas têm idade bem diferente no coração.

 

Se você é idoso, guarde a esperança de nunca ficar velho.

publicado por pensamentoslucena às 10:23

Novembro 14 2012

 

 

 

Dois irmãos que moravam em fazendas vizinhas, separadas apenas por um riacho, entraram em conflito.

Numa manhã, o irmão mais velho ouviu baterem na sua porta. Ao abri-la, notou um homem com uma caixa de ferramenta de carpinteiro na mão. - Estou procurando trabalho, disse ele. - Talvez você tenha um serviço para mim. - Sim, disse o fazendeiro. Claro! Vê aquela fazenda ali, além do riacho? É do meu irmão mais novo. Nós brigamos e não posso mais suportá-lo. Vê aquela pilha de madeira ali no celeiro? Pois use para construir uma cerca bem alta. - Acho que entendo a situação, disse o carpinteiro. Mostre-me onde estão a pá e os pregos. O homem lhe entregou o material e foi para a cidade. O carpinteiro ficou ali cortando, medindo, trabalhando o dia inteiro. Quando o fazendeiro chegou, não acreditou no que viu: em vez de cerca, uma ponte foi construída ali, ligando as duas margens do riacho. Era um belo trabalho, mas o fazendeiro ficou enfurecido e falou: - Você foi atrevido construindo essa ponte depois de tudo que lhe contei. Mas as surpresas não pararam por aí. Ao olhar novamente para a ponte, viu seu irmão se aproximando de braços abertos, dizendo: - Você realmente foi muito amigo construindo esta ponte mesmo depois do que eu lhe disse. De repente, num só impulso, o irmão mais velho correu na direção do outro e abraçaram-se chorando no meio da ponte. O carpinteiro que fez o trabalho partiu com sua caixa de ferramentas. - Espere, fique conosco! Tenho outro trabalho para você. o carpinteiro respondeu: - Eu adoraria, mas tenho outras pontes a construir...

As coisas seriam mais fáceis se parássemos de construir cercas e muros e passássemos a construir pontes com nossos familiares, amigos e companheiros de trabalho. O amor pode construir pontes. O ódio, somente cercas e divisões. O amor constrói, enquanto o ódio destrói. Pensemos e reflitamos sobre isto, é muito sério!

publicado por pensamentoslucena às 10:01

Novembro 14 2012

 

 

 

 

 

O que seria a alegria se não tivéssemos nenhum momento de dificuldade? 

Pare um pouco e lembre-se de todas as vezes que você caiu; sempre havia um dia seguinte, um outro e um outro. 

 O importante é saber que sempre após a queda, ainda que demore um pouco mais de tempo, você se levanta, mesmo quando acredita que todas as suas forças se extinguiram e que o mundo acabou com elas.

Neste momento, você percebe a importância de DEUS, das amizades, da esperança, do acreditar. Acreditar em um mundo melhor. 

Acreditar também no poder de um sorriso e de uma ajuda sem pedir nada em troca. E que tem uma pessoa lá em cima, olhando por você. Provavelmente, você caia de novo mas, tenho certeza, também vai alcançar o topo de muitas montanhas. O bom de tudo isso é que você vai acumulando experiência e se tornando uma pessoa melhor. Os maiores ensinamentos da vida estão nos momentos mais difíceis. 

Obstáculos sempre existirão, e pessoas com más intenções estarão a sua volta.

É inevitável que as pedras estejam em nosso caminho. O diferencial é saber lidar com tudo isso da melhor forma possível, para que você não saia ferido.

Saber tirar proveito destas situações, aprendendo com elas; isso poderá tornar a sua vida muito mais fácil e gratificante.

 

 

 Marília Zanim

publicado por pensamentoslucena às 09:44

Novembro 14 2012

 

 

 

Às vezes as pessoas que amamos nos magoam, e nada podemos fazer senão continuar nossa jornada com nosso coração machucado. Percebe que não há como distinguir os bons e os maus, pois poucos nascem assim, a vida é que os torna melhores ou piores, pelas tristezas e felicidades que passaram e experiências vivenciadas. É como se a vida fosse formada por corações e cruzes, onde os corações representam nossos momentos felizes, o carinho e amor que recebemos, e as cruzes são nossas dores, decepções, sofrimentos, momentos ruins pelos quais passamos. Então você poderá entender que alguns de nós vivenciaram pouquíssimas cruzes e muitos corações o que fará com que essas pessoas tenham muito mais amor a transmitir...

Outras passaram pelo contrário e são predominantemente frias, insensíveis, buscam coisas materiais, acreditam que os fins justificam os meios! Com essas é preciso ter cuidado, alguns podem mudar e melhorar, outros podem mudar você e trazê-lo para a realidade deles. Assim, ao conhecer alguém preste atenção no caminho que essa pessoa percorreu. Não deixe de acreditar no amor, mas certifique-se de estar entregando seu coração para alguém que dê valor aos mesmos sentimentos que você dá... 

Tenha sempre em mente que às vezes tentar salvar um relacionamento, manter um grande amor, pode ter um preço muito alto se esse sentimento não for recíproco, pois em algum outro momento essa pessoa irá te deixar e seu sofrimento será ainda mais intenso, do que teria sido no passado. Pode ser difícil fazer algumas escolhas, mas muitas vezes isso é necessário. Existe uma diferença muito grande entre conhecer o caminho e percorrê-lo. Não procure querer conhecer seu futuro antes da hora, nem exagere em seu sofrimento, esperar é dar uma chance à vida para que ela coloque a pessoa certa em seu caminho.

publicado por pensamentoslucena às 09:22

Novembro 14 2012

 

 

 

Reagir ao menor sinal de provocação não é um sinal de força, é falta de habilidade para tolerar. Saiba que, quanto mais forte você é, menos se deixará perturbar por adversidades ou oposição. Assim como o oceano absorve tudo o que vai até ele, se você é realmente forte, aceita tranqüilamente os altos e baixos da vida. E lembre-se sempre do velho ditado que diz: os recipientes vazios fazem mais barulho do que os cheios; da mesma maneira, a intolerância é o instrumento daqueles que são, ou estão vazios internamente. As pessoas que absorvem a essência da espiritualidade nunca usam da agressão porque sabem que a verdade nunca pode ser derrotada pela força.

publicado por pensamentoslucena às 09:09

Novembro 14 2012

 

 

 

 

Há pessoas que não sabem o que é o sorriso, e por isso o trocam por uma lágrima. Não sabem o que é um canto, e o trocam por um grito de agonia. Não sabem o que é uma amizade, e a trocam pela antipatia. Não sabem o que é o amor, e o trocam por um grande ódio. Não sabem o que é a paz, e a trocam pela intriga. Não sabem o que é a verdade e a trocam por um mundo corrido de mentiras. Não sabem o que é uma flor, uma árvore, uma paisagem e trocam-nas por uma poluição desenfreada. Não sabem o que é o diálogo, e se trancam dentro de si mesmas. Não sabem o que é união, e vivem isoladas. Não sabem quem é Deus, e o trocam por superstições vazias. Não sabem o que é vida, e vivem trocando-a pela morte. Todas estas trocas são feitas porque o mais cômodo tem caminhos mais fáceis e que acabam por levar a lugar algum. Pelo contrário, apenas atrapalham, esvaziam, machucam, destroem.

publicado por pensamentoslucena às 08:59
Tags:

Novembro 14 2012

 

 

Não existe maior bem do que fazer a felicidade de alguém. Nem nada menos caro, nem mais fácil, pois que a felicidade é algo que se pode oferecer em gestos, e atenções. Se olhamos à nossa volta, percebemos que a carência humana está no fato das pessoas terem perdido os valores imateriais a favor dos materiais. Compra-se quase tudo em nossos dias...mas o bem ninguém compra. Compra-se até companhia, mas não a sinceridade. Compra-se conforto, mas não a paz de espírito, não a tranqüilidade, menos ainda a felicidade. Esta a gente oferece. Há uma grande diferença entre o dar e o oferecer. Quando damos, estendemos a mão, mas quando oferecemos... é nosso coração que entregamos junto, é um pedacinho de nós que vai caminhando na direção do outro e o bem que ele provoca retorna ao nosso interior. Tornamos pessoas felizes quando damos de nós mesmos. E damos de nós quando oferecemos o que quer que seja de coração escancarado. O grande mal do mundo consiste no fato das pessoas guardarem coisas para si. Guardam bens, guardam sentimentos, guardam declarações, guardam ressentimentos, falam ou calam na hora errada. Vivem de aparências com as gavetas da alma repletas de coisas inúteis. E quando morrem, tornam-se pó, como todo mundo, sem ter aproveitado o tempo para compartilhar, com honestidade, o bem que a vida lhes ofereceu. A maior herança que podemos deixar à humanidade é o amor que oferecemos de várias formas, são as pequenas felicidades do dia-a-dia que vamos distribuindo aqui e acolá, a compreensão que acalma as almas inquietas e a ternura que abranda os desenganos da vida. E o que representa a felicidade hoje pode não representar amanhã. Por isso ela é tão múltipla, tão incompreendida e tão necessária. Por isso é tão importante distribuir sorrisos, plantar flores..... ....fazer visitas, dar bom dia e boa noite, não se esquecer dos abraços, dos e-mail’s e dos te amo imprescindíveis ao coração.

 

Letícia Thompson

 

 

publicado por pensamentoslucena às 08:52

Novembro 14 2012

 

 

 

O menino olhava o avô escrevendo uma carta. A certa altura, perguntou: - Você está escrevendo o que aconteceu conosco? E por acaso, é sobre mim? O avô parou a carta, sorriu, e comentou com o neto: - Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele, quando crescesse. O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial. - Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida. - Tudo depende do modo como você olha as coisas. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo. 'Primeira qualidade: você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à Sua vontade'. 'Segunda qualidade: de vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor.' 'Terceira qualidade: o lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça'. 'Quarta qualidade: o que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você.' 'Finalmente, a quinta qualidade do lápis: ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida irá deixar traços, e procure ser consciente de cada ação'.

publicado por pensamentoslucena às 08:39

Pensamentos, reflexões e otimismo para seu dia!!!
mais sobre mim
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO