Pensamentos

Janeiro 08 2015

images0840YWIU.jpg

 

Um casal tomava café no dia das suas bodas de ouro.

A mulher passou a manteiga na casca do pão e deu para o seu marido, ficando com o miolo.

Pensou ela: – Sempre quis comer a melhor parte do pão, mas amo demais meu marido e, por 50 anos,
sempre lhe dei o miolo. “Mas hoje quis satisfazer o meu desejo”.

Para sua imediata surpresa o rosto do marido abriu-se num sorriso sem fim e ele lhe disse: – Muito obrigado por este presente, meu amor.

Durante 50 anos, sempre quis comer a casca do pão, mas como você sempre gostou tanto dela, eu jamais ousei pedir!

Assim é a vida… Muitas vezes nosso julgamento sobre a felicidade alheia pode ser responsável pela nossa infelicidade…

Diálogo e franqueza com delicadeza sempre são o melhor remédio.

publicado por pensamentoslucena às 11:26

Janeiro 08 2015

imagesIJBM3DWO.jpg

 

Cada um de nós caminha pela vida como se fosse um viajante que percorre uma estrada.

Há os que viajam em companhias amigas, assinaladas por risos e alegria.

E há os que caminham com gente indiferente, egoísta e má.

Mas se olharmos a estrada bem do alto, veremos que não dá para distinguir ninguém: todos são iguais.

Muitos gostam de repartir o que têm. Outros dão apenas o que lhes sobra. Mas muita gente da estrada nem olha para os viajantes famintos.

Há pessoas que percorrem a estrada sempre vestidas de seda e cobertas de joias. Outros vestem farrapos e seguem descalços.

Uns olham para o próprio umbigo, outros contemplam as estrelas, alguns gostam de espiar os vizinhos para fofocar depois.

O que é certo mesmo é que quase ninguém na estrada está satisfeito. A maioria dos viajantes acha que o vizinho é mais bonito ou viaja de forma bem mais confortável.

É que na longa estrada da vida, esquecemos que a estrada terá fim.

E, quando ela acabar, o que teremos?

Carregaremos, sim, a experiência aprendida durante o tempo de estrada e estaremos muito mais sábios, porque todas as outras pessoas que vimos no caminho nos ensinaram algo.

A estrada de nossa existência pode ser bela, simples, rica, tortuosa. Seja como for, ela é o melhor caminho para o nosso aprendizado.

Deus nos ofereceu essa estrada porque nela se encontram as pessoas e situações mais adequadas para nós.

Assim, siga pela estrada ensolarada. Procure ver mais flores. Valorize os companheiros de jornada, reparta as provisões com quem tem fome.

E, sobretudo, não deixe de caminhar feliz, com o coração em festa, agradecido a Deus por ter lhe dado a chance de percorrer esse caminho de sabedoria.

publicado por pensamentoslucena às 11:06

Janeiro 08 2015

untitled.png

 

Antes de se praticar o uso da palavra, é necessário conferir poder à esta palavra.

Sem dúvida, palavras positivas atraem vibrações positivas. Porém, só existe um meio de você carregar suas palavras de poder, para extrair delas seu potencial mágico:

É colocá-la na prática da verdade.

É purificá-la.

A mentira é um exemplo do que diminui o poder da palavra.

Quando uma pessoa mente, e você descobre, a palavra da mesma não vai mais surtir efeito para você, por mais lindas e poéticas que elas sejam.

A palavra tem que ser acompanhada da conduta. Cada vez que você usa a palavra para mentir, estará reduzindo o poder de sua palavra.

Mesmo quando a mentira não servirá para magoar alguém, ou como costumamos dizer: apenas uma mentirinha sem importância.

A escolha é sua.

Quando usamos a palavra para blasfemar, para julgar o próximo, para ironizar pessoas ou situações, damos mau uso à palavra e a palavra perde o poder.

Quando você dá a sua palavra, e não cumpre, mesmo que seja apenas não estar presente em uma data ou local combinado, no cumprimento de prazos, mesmo que seja por esquecimento, você enfraquece a sua palavra.

O mesmo acontece com as palavras que ofendem.

Sejamos pois, vigilantes das palavras que emitimos, compreendendo que, quando a palavra vale menos do que o silêncio, é preferível calar-se.

E se cada palavra emitida é uma energia, quanto menos falarmos desnecessariamente, mais energia, mais poder, teremos ao pronunciá-la, compreendendo a sabedoria que também pode vir com o silêncio.

publicado por pensamentoslucena às 10:46

Janeiro 08 2015

untitled.png

 

A vida é cheia de obstáculos. Que prazer teria, a vida, se fosse o contrário? O que torna a vida interessante é o prazer que se tira quando se destrói os obstáculos que se encontra pelo caminho.

A vida é uma escola que nos ensina constantemente, com os nossos erros e com as nossas experiências. Os erros cometidos servem para nos mostrar o caminho da verdade, faz-nos conhecer as pessoas que nos rodeiam e faz-nos crescer como humanos.

Cada um de nós é quem decide ser feliz ou infeliz em cada situação da vida, dependendo da forma como se encara os problemas.

É preciso desfrutar dos pequenos prazeres que a vida nos oferece, que por serem pequenos muitas vezes achamos que não vale a pena dar-lhes importância.

Normalmente vemos as pessoas reclamando de tudo e de todos. As pessoas esperam que as coisas melhorem um dia. Mas são poucos que fazem alguma coisa para que sua situação mude.

Sabendo que temos um potencial imenso, não podemos ficar esperando que alguém mude nossa vida, nós é que temos que agir.

E hora de sonhar e agir. Somos filhos de DEUS. Temos um potencial extraordinário.

Vá à luta.

publicado por pensamentoslucena às 10:30

Janeiro 08 2015

images.jpg

 

Na caminhada da vida, aprendi que nem sempre temos
o que queremos. Porque nem sempre o que queremos nos faz bem.

Foi preciso as dores, para que eu aprendesse com as lágrimas.

Foi necessário o riso, para que eu não me enclausurasse com o tempo.

Foi preciso as pedras, pra que eu construísse meu caminho.

Foram fundamentais as flores, para que eu me alegrasse na caminhada.

Foi imprescindível a fé, para que eu, não perdesse a esperança.

Foi preciso perder, para que ganhasse de verdade.

Foi no silencio que fui ouvido com clareza.

Pois sem provas não tem aprovação.
E a vitória sem conquista é ilusão.

E a maior virtude dos fortes é o PERDÃO.

publicado por pensamentoslucena às 09:58

Janeiro 08 2015

Estresse

images.jpg

 

Afinal, por que tanto estresse?

Simplesmente porque esquecemos de viver bem, ou seja, como viver o momento presente de nossas vidas.

Esquecemos de respirar profundamente. Esquecemos de sorrir e de brincar, de ser gentil , de respeitar. Esquecemos quem somos nós. Esquecemos nossa luz interior. Esquecemos de amar.

Estamos confusos em relação a valores. No esforço de obtermos resultados e sucesso, esquecemos da simplicidade da vida que é o aqui e agora. Deixamos a vida passar, ou pior… passamos pela vida correndo tanto, que o tempo passa tão depressa, que não o vemos passar.

Está mais que na hora de acordarmos nossas consciências e vivermos com serenidade e confiança cada minuto de nossas vidas, sem desperdiçar sequer uma gota do néctar que a vida tem a nos oferecer a cada momento!

Nós nos transformamos naquilo que praticamos com frequência…
A perfeição, portanto, não é um ato isolado. É um hábito”. (Aristóteles)

publicado por pensamentoslucena às 09:41

Janeiro 08 2015

untitled.png

 

Na vida fazemos muitos julgamentos.

Fazemos julgamentos sobre o que vestir, o que comer, aonde ir, que carreiras seguir e quem escolher para amigos.

Mas nenhum julgamento é tão importante como o que fazemos sobre nós mesmos.

Este único julgamento influencia tudo o que fazemos, afetando as nossas atitudes quanto à vida.

Algumas pessoas têm dificuldade em acreditar que sucesso, grandeza ou valor podem acontecer nas suas vidas, ou nas vidas daquelas ao seu redor.

É como se isso acontecesse só com os outros, em lugares distantes.

É importante que você saiba que grandeza e sucesso emergem de pessoas que começam a aceitar a si mesmas e as habilidades que lhes foram dadas por DEUS.
Você não pode fazer tudo, mas pode sempre se lembrar do seguinte:
Eu sou apenas um,
Mas ainda sou um.

Não posso fazer tudo, mas ainda posso fazer algo.

E porque não posso fazer tudo não recusarei fazer algo que posso fazer.

Você é muito mais que 208 ossos, 500 músculos, sete mil nervos e alguns quilos de pele.
Você é alguém especial.

Aceite isso, celebre isso.
Esse é o início de uma vida de sucesso.

publicado por pensamentoslucena às 09:24

Janeiro 08 2015

1013237_485768754846435_1853318065_n.jpg

 

Te desafio a reclamar menos do que não dá certo. E a sorrir a cada pequena conquista.

A, ao invés de olhar sempre para a própria vida, virar um pouco a cabeça e enxergar o outro.

A saborear cada passo e não te preocupar somente com a meta final.

A, por mais que as coisas fiquem nebulosas, não endurecer.

A entender que certos vazios fazem parte do processo.

A não esquecer das delicadezas que importam tanto.

A lembrar sempre que todo mundo tem uma força que só aparece na hora do aperto. E a se deixar enfraquecer às vezes.

A ter consciência que ninguém está aqui por acaso e que precisamos ter objetivos concretos na vida. E a aceitar que nem sempre descobrimos quais são esses objetivos cedo.

A nunca desistir de tentar e a não se esconder no primeiro não.

A entender que sonhos são fundamentais para a nossa sanidade mental. E a não esquecer de quem nos acolhe.

Clarissa Corrêa

publicado por pensamentoslucena às 08:56

Janeiro 08 2015

imagesP6TCVB2P.jpg

 

Depois de plantada, a semente deste incrível arbusto, não se vê nada por aproximadamente 5 anos, exceto um lento desabrochar de um diminuto broto a partir do bulbo.
Durante 5 anos, todo o crescimento é subterrâneo, invisível a olho nu, mas… Uma maciça e fibrosa estrutura de raiz que, se estende vertical e horizontalmente pela terra, está sendo construída. Então, no final do 5º ano, o bambu chinês cresce até atingir a altura de 25 metros.
Muitas coisas na vida pessoal e profissional são iguais ao bambu chinês.
Você trabalha, investe tempo, esforço, faz tudo o que pode para nutrir seu crescimento e, às vezes, não vê nada por semanas, meses ou anos. Mas se tiver paciência para continuar trabalhando, persistindo e nutrindo, o seu 5º ano chegará e com ele virão um crescimento e mudanças que você jamais esperava.
O bambu chinês nos ensina que não devemos facilmente desistir de nossos projetos e de nossos sonhos… Em nossa vida, marcada por mudanças de comportamento, de pensamento, de cultura e de sensibilização, devemos sempre lembrar do bambu chinês para não desistirmos facilmente diante das dificuldades que surgirão.
É preciso muita fibra para chegar às alturas e, ao mesmo tempo, muita flexibilidade para se curvar ao chão.

publicado por pensamentoslucena às 08:15

Pensamentos, reflexões e otimismo para seu dia!!!
mais sobre mim
Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
17

18
24

25
31


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO