Pensamentos

Março 18 2015

untitled.png

 

Onde há tristeza, há um propósito divino. Oscar Wilde

Se você se vê – com certa frequência – desiludido, essa é uma forte indicação de que você está faminto por um nível mais elevado de desafio em sua vida. Desilusão bem pode ser a maneira de você dizer a si mesmo que existe uma contribuição valiosa que você pode dar a vida.

Vá em frente e sinta a desilusão de forma total e completa, a seguir, faça a si mesmo essa pergunta: o que pode fazer com que essa desilusão desapareça? Levante a cabeça, busque a Deus, porque é Ele que lhe dará um novo e empolgante olhar para a vida. E agora, em vez de se sentir exaurido pela desilusão, você ficará fortalecido por uma nova visão e por novas e exuberantes possibilidades.

Sinta a desilusão, aprenda tudo o que ela pode ensiná-lo e – finalmente – deixe-a para trás. A partir dessa desilusão, você poderá dar passos gigantescos e prosseguir para um novo e mais elevado nível de realização.

 

Nélio DaSilva

 

Para Meditação:

 

Levanto os olhos para os montes e pergunto: De onde me vem o socorro? O meu socorro vem do Senhor que fez os céus e a terra. Salmos 121:1-5

publicado por pensamentoslucena às 12:29

Março 18 2015

untitled.png

 

Nunca trate o tempo como se você tivesse um estoque inesgotável desta mercadoria. Você não tem nenhum contrato com a vida. Se o ontem já não passa de um cheque cancelado, o amanhã, então, nada mais é do que uma nota promissória. O hoje é tudo o que você tem em caixa e, se não gastá-lo com sabedoria, será apenas culpa sua.

Og Mandino - Livro: A melhor maneira de viver

publicado por pensamentoslucena às 12:23

Março 18 2015
 

untitled.png

 

Numa tarde de domingo, o pai e seus dois filhos chegam ao parque de diversões, e dirigem-se à bilheteria, onde o pai pergunta:

- Olá, boa tarde. Quanto custa a entrada?

- São R$20,00 para o senhor e para qualquer criança maior de seis anos. A entrada é grátis se eles tiverem seis anos ou menos. Quantos anos eles têm?

- O menor tem três anos e o maior sete anos – respondeu o pai.

O rapaz da bilheteria então comentou:

- Poxa, se tivesse me dito que o mais velho tinha seis anos, eu não notaria a diferença, e você poderia ter economizado R$ 20,00.

O pai então respondeu:

- É verdade, talvez você não notasse a diferença, mas meus filhos saberiam que eu menti.

 

Em liderança, atitudes e exemplos não são apenas a melhor, senão a única maneira de influenciar positivamente as pessoas. Os exemplos caem no coração das pessoas como se fossem sementes, que germinarão, crescerão e frutificarão, gerando os melhores frutos.

É por isso que as atitudes de um líder precisam “falar” mais alto que suas palavras, porque suas palavras movem, mas seus exemplos arrastam.

publicado por pensamentoslucena às 12:01

Março 18 2015

imagesY8RT8FL1.jpg

 

As coisas mais lindas neste mundo não podem ser vistas ou tocadas, mas podem ser sentidas no coração. Hellen Keller

Os erros que cometemos são nesta vida nossos grandes mestres. O sucesso acontece àqueles que estão dispostos a assumir riscos, mesmo quando cometem certos erros, na tentativa de atingir seus alvos. E o sucesso sobrevém justamente àqueles que têm a habilidade de aprender com os próprios erros. Contudo, para aprender com os próprios erros é necessário estar disposto a pagar o preço!

Quando você busca outras pessoas para pagarem por seus erros, você se priva de uma excelente oportunidade de aprendizado e crescimento. Quando algo sai errado é muito fácil culpar alguém. Mas qual o real benefício de tal atitude? A pessoa que melhor aprende com seus erros é aquela que está disposta a pagar o preço dos mesmos.

Ao cometer um erro, a última coisa que você deve fazer é correr dele. Pelo contrário, assuma-o. Se um erro foi cometido, retire dele o melhor. Pague seu preço; aprenda a lição e cresça de uma maneira mais saudável e muito mais forte.

Nélio DaSilva

Para Meditação:

Quanto melhor é adquirir a sabedoria do que o ouro! É mais excelente adquirir a prudência do que a prata! Provérbios, 16:16

publicado por pensamentoslucena às 11:22

Março 18 2015

imagesL4YJK0GD.jpg

 

Na prosperidade, nossos amigos nos conhecem; na adversidade, nós é que conhecemos os nossos amigos. John Heywood

Quando tudo está quebrado, é fácil encontrar muitas coisas para consertar. Quando tudo parece estar saindo errado, até mesmo o mais básico esforço pode fazer uma significativa e valiosa diferença. Quando há problemas em todas as direções, existem também muitos valores esperando para serem criados.

Quando tudo está dando certo, é fácil entrar num estado de complacência. Tempos difíceis não são nada divertidos, porém, são nesses períodos que você tem o potencial de descobrir valiosos insights sobre o que realmente é importante. Existe muito a ganhar em tempos de bonança. Mas existe muito mais a ganhar quando os tempos são difíceis.

Tome a decisão de perseverar e crescer robusto diante de toda e qualquer dificuldade. Isso porque, tempos difíceis, eventualmente, vão ter um fim, porém, os valores, que esses tempos lhe proporcionam, permanecerão por toda extensão da sua vida.

Mesmo não florescendo a figueira, e não havendo uvas nas videiras, mesmo falhando a safra de azeitonas, não havendo produção de alimento nas lavouras, nem ovelhas no curral nem bois nos estábulos, ainda assim eu exultarei no Senhor e me alegrarei no Deus da minha salvação.

 

Nélio DaSilva

 

Para Meditação:

 

Habacuque 3:17-18

 

Mais me regozijo com o caminho dos teus testemunhos do que com todas as riquezas.

publicado por pensamentoslucena às 11:03

Março 18 2015

untitled.png

 

Nos fazemos felizes, quando acolhemos em nós os resultados positivos daquilo em que colocamos nossa esperança e nosso coração.

Mas, de uma forma igual, a infelicidade nos atinge, não necessariamente por que nos tem como meta, mas por que assim a recebemos.

Há pessoas que nos ferem voluntariamente, mas numa grande maioria das vezes, nos sentimos feridos, tristes e abatidos simplesmente por que reagimos a um fato, gesto feito ou não ou a uma palavra dita ou esquecida.

 

Achamos que as pessoas são ingratas por que esperamos delas um reconhecimento pelo que fazemos. Nos sentimos miúdos, usados, desgastados, por que damos sem cessar do nosso eu, nosso tempo e o retorno nunca vem. E nessa ansiedade, nos tornamos infelizes e culpamos o outro.

 

Ora... o verdadeiro amor que Deus nos ensina não é uma questão de prestar serviço e aguardar o pagamento. Isso seria um contrato.

 

O verdadeiro amor é dar-se e ter como recompensa o sentimento de ter-se dado e feito bem ao próximo. Nada mais que isso.

Amar incondicionalmente é amar de olhos fechados e coração escancarado. É atravessar uma ponte e derrubá-la atrás de si, sem esperar retorno. E se contentar dessa ação. Sentir-se recompensado simplesmente por ter dado algo de si.

Se alcançamos essa grandeza de alma e riqueza de espírito, o sentimento de insatisfação desaparece e atingimos o ápice do amor.

 

Letícia Thompson

publicado por pensamentoslucena às 10:50

Março 18 2015

imagesOXN4QX2Z.jpg

 

Maturidade não vem com a idade, mas começa com a aceitação da responsabilidade.  Edwin Louis Cole

 A culpa não é sua. Mas é sua a responsabilidade. As escolhas que você fez o trouxeram onde você está e, obviamente, associadas a outros fatores que estão completamente fora do seu controle. Não existe absolutamente nada a ganhar ao culpar a si mesmo pela maneira como a vida, hoje, se apresenta a você. Porém, existe tudo a ganhar por ativamente assumir total responsabilidade pela maneira como a sua vida, hoje, se encontra. 

A rota que você percorreu até este ponto já não mais importa porque não há nada que você possa fazer para mudá-la. O que realmente importa é o que você irá fazer a partir de agora. A vida está cheia de imprevisíveis, todavia, existe algo com o que você pode contar. Quanto mais sincero e diligente você for para com a vida, mais vida preciosa virá para você.

Nesse momento, tudo é possível, porque Deus está vivo e Ele tem uma alegria enorme em abençoar os quebrados e contritos de coração. Porém, isso não o isenta de assumir a responsabilidade que é apenas sua. Ao assumir tal responsabilidade, você também trará para si – pela graça de Deus – as melhores de todas as possibilidades.

Nélio DaSilva

Para Meditação:

 Tem misericórdia de mim, ó Deus, por teu amor…lava-me de toda a minha culpa e purifica-me do meu pecado…pois eu mesmo reconheço as minhas transgressões. Salmos 51:1-3

publicado por pensamentoslucena às 10:40

Março 18 2015

untitled.png

  

Há coisas que nada como o tempo para resolver. Não, ele não resolve, claro, mas deixa essa impressão de que o tamanho das coisas é bem menor visto de longe. Enormes problemas hoje podem assim ser vistos de maneira diferente amanhã ou depois. Eles não são, provavelmente, menores, mas o primeiro susto já passou e podemos ser mais objetivos.

Quando estamos por demais envolvidos por nossas emoções, nosso racional se perde. Só mesmo as águas calmas depois da tempestade podem nos mostrar o quanto somos resistentes.

Mas... como nem tudo na vida é branco e nem tudo é preto, o tempo, de aliado pode passar a ser um inimigo. E se a vida fosse menos complexa teríamos mais habilidade para saber onde encontrar a diferença, a sútil diferença entre o que se deve deixar passar e o que se deve apegar.

Se algumas situações se acalmam com o passar do tempo, outras apenas se acomodam e nos dão a ilusão de que o tempo apenas está curando.

Infelicidades e insatisfações do coração não se resolvem e não se tornam menores com o tempo, elas apenas se instalam e criam raízes. Acreditamos assim com a força da nossa alma que um dia ao acordar algo terá mudado, que o amor perdido terá voltado, que a vida terá o mesmo sabor que antes ou que terá, melhor ainda, o gostinho do melhor dos nossos sonhos.

Engano!... Certas coisas precisam do toque das nossas mãos, precisam da nossa vontade e força, da nossa disposição e da nossa fé. O tempo de amanhã será o mesmo se agimos ou não, mas nós não seremos os mesmos.

Precisamos aprender a dizer "não" ao que não nos convém, ao que não nos satisfaz, ao que nos mata silenciosamente. Precisamos abrir-nos à vida e viver de maneira que amanhã olhando para trás não tenhamos tantos arrependimentos, apenas esse sentimento de auto-satisfação, esse sentir de que o tempo passou sim, mas não passou sozinho, pois tivemos a sabedoria de caminhar de mãos dadas com ele, tal qual à noiva cheia de sonhos, prometida à felicidade.

 

Letícia Thompson

publicado por pensamentoslucena às 10:08

Março 18 2015

untitled.png

 

Perder uma vez ou outra é inevitável. Mas é, sobretudo, inaceitável. Mas, por que, se sabemos que as marés vão e voltam, se a felicidade não é uma constante e a infelicidade também não?

Quando precisamos admitir que falhamos na nossa vida, que seja sentimental, profissional ou em qualquer outra área, é difícil. Mas é mais difícil pra quem? Pra nós? Ou para os outros?!

O que mais faz mal, muitas vezes, em admitir uma decepção, uma falha, é que nos preocupamos com o que os outros vão pensar, o que vão dizer. Embora as pessoas, a vizinhança, o grupo de amigos e mesmo a família, não paguem nossa água e nossa eletricidade, nos preocupamos sempre com o que vão pensar caso não sejamos as pessoas "perfeitas" que deveríamos ser. Nos dizemos que é o que esperam de nós.

E por causa dessa expectativa que achamos que criamos nas pessoas ou na sociedade, preferimos viver numa farsa, uma comédia, onde representamos um papel, nem sempre de protagonista, mas um papel. Fingimos ser felizes, que tudo vai bem, que temos um grande amor, um casamento perfeito, amizades perfeitas, um trabalho ideal. Mas no nosso interior choramos.

Choramos as oportunidades que não nos damos. Choramos as escolhas que fizemos erradas e a dificuldade em admitir nosso erro. Choramos o tempo que passa e que não perdoa. Ocultamos de nós mesmos o pensar no dia de amanhã, porque isso nos amedronta. Nos enganamos dizendo que felicidade não é tão importante se temos uma aparente estabilidade. Afinal, "temos tudo". O que desejar mais da vida? Aos sonhadores os sonhos, aos idealistas os ideais!

Nossas decepções ficam bem guardadinhas em um canto qualquer da nossa vida. Somos espectros, sombras da nossa própria existência. 

A verdade dói? Dói sim. Mas dói bem mais em nós que nos outros, disso tenho certeza. Os outros, por mais que se importem, acabam se acostumando. 

Quando o um time perde um jogo, a tristeza maior não é a da perda em si. Mas da decepção que vai causar em seus milhares de torcedores cheios de expectativas. Mas os torcedores, mesmo decepcionados, se esquecem alguns dias depois. 

Assim é na nossa vida. Se admitimos publicamente nossas falhas e desilusões, as pessoas, talvez e mesmo provavelmente, vão falar, vão comentar. Seremos por um momentos loucos ou perdidos. Mas nossa felicidade importa bem pouco para elas, que vão pensar em outra coisa alguns dias depois. Afinal, talvez nos julguemos bem mais importantes para os outros do que somos. E nossa vida não lhes pertence, ela nos pertence. 

Só há mesmo um Alguém que se importa e que não se esquece. Alguém que nos conhece profundamente e que escuta nossos soluços noturnos. Alguém que sabe que uma decepção é apenas uma etapa na nossa vida e que não é isso que vai nos impedir de continuar. Alguém que nos ama mesmo se nos sentimos desolados e incapazes. Mesmo se não elevamos nosso pensamento a cada dia em oração. Alguém que conhece mesmo nossa sombra, ou a sombra do que somos e, apesar disso, nos ama.

E, cabeça erguida, decepções atrás de nós, vamos continuar. Perdemos hoje e ganhamos amanhã. As ondas vêm e voltam e as águas que correm sempre desembocam em algum lugar. As paradas acabam morrendo em si mesmas...

 

 

Letícia Thompson

publicado por pensamentoslucena às 10:02

Março 18 2015

images.jpg

 

 A vida requer cuidado. Os amores tambem. Flores e espinhos são belezas que se dão juntas. Não queira uma só, elas não sabem viver sozinhas...
Quem quizer levar a rosa para sua vida, terá de saber que com elas vão inumeros espinhos. Não se preocupe a beleza da rosa vale o incômodo dos espinhos...

publicado por pensamentoslucena às 09:53

Março 18 2015

untitled.png

 

" Dos relacionamentos que vc já teve, quais foram as ocasiões em que verdadeiramente vc foi modificado para melhor?
Será que vc é a lembrança doida na vida de alguém? Será que vc já construiu cativeiros? Ou será que já viveu em algum?
Será que já idealizou demais as situações, as pessoas e por isso perdeu a oportunidade de encontrar situações e as pessoas certas?
Sejam quais forem as respostas, não tenha medo delas. Perguntar-se é uma maneira interessante de se descobrir como pessoa, pois as perguntas são pontes que nos favorecem travessias."

Padre Fábio de Melo

publicado por pensamentoslucena às 09:21

Pensamentos, reflexões e otimismo para seu dia!!!
mais sobre mim
Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
21

22
28

29


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO