Pensamentos

Abril 18 2012

 

 

 
    Entre gostar, amar e amar existe uma grande diferença. Primeiro, existe aquele amor natural, que é o que sentimos pelos nossos pais, irmãos, parentes e amigos queridos. Isso é amor, sem dúvida.

 

Mas entre gostar de uma pessoa em especial e amar existe uma diferença.

 Gostar não dói. Amar dói quase sempre.

Gostamos das coisas que nos proporcionam um bem-estar momentâneo, mas amamos a quem nos dá um sentimento duradouro de felicidade.

Ninguém pode saber se gostamos de algo ou alguém se não manifestarmos isso claramente, com ações ou atitudes.

 É isso, o amor transforma uma pessoa, faz com que mude de semblante, de atitudes. O amor nos molda e os sintomas são característicos para todos os que amam.Muitas vezes preferimos dizer que gostamos de alguém, mesmo quando o sentimento é muito mais forte, vai muito além disso.

 

Talvez seja pela dificuldade em assumir esse amor. Dizer "eu gosto de você" compromete muito menos que "eu te amo".

Nesse caso o gostar é até amar, mas é necessário que o outro compreenda isso... o que nem sempre acontece. Gostar de algo ou de alguém é importante e nosso coração pode ser dividido em mil pedaços.

Mas amar alguém ocupa todo o nosso espaço. É involuntário. É escolha do nosso coração.E este amor é aquele que dura, a não ser que um dia ele mesmo resolva cair no próprio esquecimento, mas não sem deixar para trás marcas e cicatrizes para que no fundo a gente nunca se esqueça de que um dia esteve presente!...  


Letícia Thompson

publicado por pensamentoslucena às 11:27

Pensamentos, reflexões e otimismo para seu dia!!!
mais sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
21

22
28

29
30


links
pesquisar
 
blogs SAPO