Pensamentos

Janeiro 28 2010

 

 

"Trancar o dedo numa porta dói. Um tapa, um soco, um pontapé, doem. 

Mas o que mais dói é a saudade. Saudade de um irmão que mora longe.

Saudade do pai que morreu. Saudade de uma cidade. 

Doem essas saudades todas. Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama. Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença, e até da ausência consentida.

Você podia ficar na sala e ela no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá.  Você podia ficar o dia sem vê-la, ela o dia sem vê-lo, mas sabiam-se amanhã.

Contudo, quando o amor de um acaba, ou torna-se menor, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.

Saudade é basicamente não saber se ele continua sem fazer a barba por causa daquela alergia. Não saber se ela tem comido bem por causa daquela mania de estar sempre ocupada; Saudade é não saber  o que fazer com os dias que ficaram mais compridos; Não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento; Não saber como frear as lágrimas diante de uma música; Não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.

Saudade é não querer saber se ela está com outro, e ao mesmo tempo querer. É não saber se ele está feliz, e ao mesmo tempo perguntar a todos os amigos por isso...

Saudade é nunca mais saber de quem se ama, e ainda assim doer.

 

"Não importa o quanto essa nossa vida nos obriga a ser sérios... Todos nós procuramos alguém para sonhar... brincar... amar... e tudo o que precisamos é de uma mão para segurar e um coração para nos entender."

publicado por pensamentoslucena às 08:19
Tags:

Pensamentos, reflexões e otimismo para seu dia!!!
mais sobre mim
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
16

17
22
23

24
25
30

31


links
pesquisar
 
blogs SAPO