Pensamentos

Setembro 06 2012

 

 

 

 

Há um tempo em que nos perdemos, tempo em que nos entregamos ao amor,  escravizados pela paixão, nem percebemos, que somos mais felizes e capazes,  que o mundo ganha novas cores, que nós mesmos nos renovamos, a alegria faz  parte dos nossos dias...
Há um tempo em que nos achamos, e ficamos mais tristes, sombrios, é o tempo  da desilusão, da renúncia, onde o amor vira tese, discussão. É um tempo onde  buscamos respostas, e não achamos, buscamos entender o que não se pode  explicar, onde nos isolamos da nossa melhor porção, amargos e amargurados,  ferimos, sem amor e na solidão, somos feridos...
Há um tempo em que despertamos, é o tempo do amadurecimento, onde nos libertamos dos preconceitos, nos abrimos de verdade para o amor, e ele nos  encontra facilmente, pois o amor só se contenta com mais amor, não se instala  onde existe o medo e a raiva, nem procura quem ainda não se encontrou.
Há um tempo para o amor! Ai daquele que vive remoendo o passado, pensando  no amor que se foi, se é que um dia foi? Deixa o amor passar todos os dias,  porque todo aquele que não consegue perdoar, também não consegue amar.
Celebre o amor, todos os dias. Comece por amar você. Então, se está com raiva de alguém, procure a pessoa, diga o que você tem de  dizer com classe. Você vai se sentir bem melhor!
(A. Pope)

publicado por pensamentoslucena às 10:11

Pensamentos, reflexões e otimismo para seu dia!!!
mais sobre mim
Junho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Tempo Para o Amor

links
pesquisar
 
blogs SAPO