Pensamentos

Agosto 27 2013

 

 

 

 

 

Agimos como vítimas quando em determinado momento passamos a culpar as pessoas por nossos sentimentos de medo, ira, ciúme, solidão e desapontamento. Tom Clering

Nenhum de nós, sem dúvida alguma, gosta de se ver como vítima. O termo “vítima” traz a patética imagem de uma pessoa totalmente nula e impotente. A realidade, porém, é que se formos sinceros e honestos com nós mesmos vamos ter que admitir que são freqüentes as vezes em que nos colocamos como vítimas emocionais.  Assumimos o papel de vítimas quando damos a alguém a autoridade de definir nosso valor como indivíduos. Passamos a agir como vítimas quando em qualquer tempo permitimos que aprovação, sexo, objetos, coisas ou uma determinada atividade passem a ser responsáveis por nosso bem-estar. 
Todas as vezes que decidimos definir a nós mesmos externamente, concedemos autoridade a outras pessoas, e a partir daí passamos a ser controlados pelas decisões que elas venham a tomar a nosso respeito. Contudo, quando deliberadamente decidimos nos definir a nós mesmos internamente mediante nossa conexão com Deus - com base na sua graça e no seu amor -, começamos então a exercer controle sobre nossas próprias atitudes, trazendo-nos um saudável sentimento de responsabilidade pessoal. 
Deus é bom, amoroso, santo, misericordioso e sempre justo. Quando os atributos inerentes a Deus são introduzidos na minha circunstância, então, com uma alegria liberta eu posso exclamar: Vítima, jamais! 

 

Nélio DaSilva

 

Para Meditação:

Vós na verdade intentastes o mal contra mim; porém Deus o tornou em bem, para fazer, como vedes agora, que se conserve muita gente em vida. Gênesis, 50:20

publicado por pensamentoslucena às 10:15

Pensamentos, reflexões e otimismo para seu dia!!!
mais sobre mim
Junho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

VÍTIMA JAMAIS!

links
pesquisar
 
blogs SAPO